Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Wassef diz que é vítima de "ataques covardes de seres da escuridão"

O advogado Frederick Wassef disse que é “vítima de incontáveis mentiras e fake news desde a ilegal prisão de Queiroz”. Em nota enviada hoje a O Antagonista, ele disse que o inquérito aberto pela Polícia Civil contra ele parte de “ataques covardes de seres da escuridão”.

Conforme noticiamos, o advogado é acusado de registrar sua casa em Atibaia como escritório para dar imunidade ao imóvel e proteger Fabrício Queiroz.

Wassef nega irregularidades e diz que o escritório funciona naquele endereço desde 2007.

O inquérito, disse, é fruto de “um crime de denunciação caluniosa perpetrado pelo ativista LGBT que foi candidato do PSOL e por Heloisa Carvalho. Ambos procederam a tal feito sob ordens e comando de terceiros criminosos que tentam covardemente atingir minha imagem e reputação”.

As investigações foram iniciadas a partir de notícia-crime de Heloísa Carvalho, filha de Olavo, e do ativista Bruno Maia. Segundo eles, Wassef queria esconder Queiroz na casa para proteger o senador Flávio Bolsonaro, que era seu cliente na época.

O ex-PM era assessor de Flávio na Assembleia Legislativa no Rio e é acusado de ser operador de um esquema de rachadinha com outros funcionários do gabinete.

Leia a nota de Wassef:

Eu sou vitima de incontáveis mentiras e fake news desde a ilegal prisão de Queiroz .     São ataques de covardes e seres da escuridão, além de criminosos profissionais.

Agora sofro um crime de denunciação caluniosa perpetrado pelo ativista LGBT que foi candidato do PSOL e Heloisa Carvalho. Ambos procederam a tal feito sob ordens e comando de terceiros criminosos que tentam covardemente atingir minha imagem e reputação.

Queiroz jamais morou, se escondeu ou se ocultou em meu escritório. Nunca foi foragido ou procurado pela Justiça e ninguém estava procurando por Queiroz. Ele não era indiciado, denunciado, réu ou testemunha. Jamais existiu determinação judicial que o impedisse de viajar, transitar ou passar períodos fora do Rio.

Além disso, não estava sequer sendo intimado ou convocado pelas autoridades a comparecer a nenhum lugar. Ele nunca deixou de se manifestar quando convocado.

Meu escritório existe naquele endereço desde 2007 e nada tem a ver com Queiroz .

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO