Wassef não foi contratado diretamente por Diniz por problemas de Boner na Justiça, diz MPF

Wassef não foi contratado diretamente por Diniz por problemas de Boner na Justiça, diz MPF

Em sua delação premiada, Orlando Diniz disse que não queria que Frederick Wassef fosse contratado diretamente pela Fecomércio-RJ “porque a esposa dela era dona de uma empresa de tecnologia de informação com problemas na justiça”.

A mulher dele é Maria Cristina Boner Léo. Ela era acusada de pagar propina R$ 200 mil de propina a Durval Barbosa, ex-secretário de Relações Institucionais do DF, para que a empresa dela, a B2BR, assinasse um contrato com a Codeplan. Ela foi absolvida em junho deste ano.

Segundo a delação de Orlando Diniz, Luiza Eluf foi contratada por indicação do empresário Marcelo Cazzo, que recebeu a dica de Ivan Guimarães, “muito próximo de Wassef”:

Leia mais: STJ: os ministros e seus familiares abastados que advogam na corte
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 3 comentários
TOPO