ACESSE

Weintraub derruba norma que incentivava cotas na pós-graduação

Telegram

Abraham Weintraub derrubou hoje uma portaria que incentivava a adoção de políticas de cotas em programas de pós-graduação.

O texto havia sido editado em 2016, por Aloizio Mercadante, no governo de Dilma Roussef.

A portaria estabelecia um prazo de 90 dias para universidades apresentarem propostas de inclusão de negros, pardos, indígenas e pessoas com deficiência em seus programas de mestrado e doutorado.

Este deve ser um dos últimos atos assinados por Weintraub, que está perto de ser demitido. O mais cotado para o suceder é Carlos Nadalim, atual secretário de Alfabetização do MEC.

Leia mais: Sergio Moro agora é colunista exclusivo da 'Crusoé'. Clique e saiba mais

Comentários

  • Aldo -

    Cotas para entrar em faculdade só deveriam existir para pessoas de baixa renda oriundas de escola pública, mas para mestrado e doutorado, é totalmente indecente. Não gosto do ministro, mas agiu certo.

  • FABIO -

    Parabéns pela medida, Ministro. Quem tem força de vontade e vergonha na cara não se vale de políticas de cota para nada.

  • MARCO -

    Muito bem!

Ler 45 comentários