Weintraub não quer Wikipédia

Protagonista de recentes polêmicas (relembre aqui, aqui ou aqui), Abraham Weintraub voltou a ser notícia ao pedir a exclusão do seu verbete na Wikipédia.

A solicitação foi feita pelo MEC no fim de junho, informa o Estadão.

A pasta alegou que a página tinha “informações não confirmadas” que levavam a “interpretações dúbias”.

O verbete sobre o ministro da Educação na Wikipédia — que até este momento não foi excluído — foi criado em abril, quando Weintraub foi anunciado para o cargo por Jair Bolsonaro.

Comentários

  • Ryu -

    Vai lá e tira ué, qualquer um pode editar.

  • Alessandro -

    Tanto faz. Por hora não há uma boa definição para ele. Ao menos não sem palavras sensíveis.

  • Diogenes -

    Vai trabalhar, ministro! Chega de polêmicazinha inútil...

Ler 13 comentários