ACESSE

Weintraub: "Sai o kit gay e entra a leitura em família"

Telegram

Na live com Jair Bolsonaro transmitida nesta manhã pelas redes sociais, Abraham Weintraub falou sobre o programa Conta Para Mim, lançado pelo Ministério da Educação em dezembro.

“[O programa] Busca justamente valorizar o papel da família com as crianças pequenas nesses primeiros momentos. Sai o kit gay e entra a leitura em família”, afirmou Weintraub.

Durante a conversa, Bolsonaro e Weintraub também falaram sobre a chamada “ideologia de gênero”.

“Uma parte do eleitorado simpatizou comigo na pré-campanha e na campanha, tendo em vista a educação. Não vi discussão sobre ideologia de gênero. Isso, no meu entender, não é para ser discutido lá [no MEC]. O pai quer que o filho seja homem e que a filha seja mulher. Coisa óbvia, né?”, disse Bolsonaro.

Weintraub seguiu a mesma linha:

“Quem educa é a família. A escola ensina. A gente ensina a ler, a escrever, ensina o ofício. A gente espera que a família eduque as crianças.”

Pondé recomenda: "Fechem o MEC." CONFIRA

Comentários

  • Adriana -

    A leitura em familia vai tentar colocar TRAVEKO em banheiro feminino!...NÃO, NÉ, então o pessoa do grupo folha não aprovou!....O TRAVEKO DA FOLHA ATUA NOS BASTIDORES DA POLÍTICA!.

  • Carlos -

    O Bolsonaro deveria se preocupar menos com o fiofó alheio e parar de trair os eleitores. #BolsonaroTraidor

  • Roberto -

    Responsabilidade da educação é da família. Mas sem família o Brasil não tem futuro. Parabéns pela valorização da família

Ler 38 comentários