Witzel defende que intervenção não seja interrompida

Wilson Witzel se reuniu nesta quarta-feira com Michel Temer para defender que a intervenção federal no Rio continue até o fim de dezembro, relata O Globo.

Segundo o governador eleito, Temer sinalizou que não deve haver votação de PEC este ano. Isso indica que a intervenção poderia continuar até 31 de dezembro, como previsto.

A grande imprensa está atrasada no episódio do convite de Bolsonaro a Moro... Imagine o que ela está deixando de revelar para VOCÊ LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Valter disse:

    Ninguém vai conseguir dormir no Rio com tanto barulho de drone de ataque.

Ler comentários
  1. Valter disse:

    Cadê os snipers? Eles abatem quem estiver com fuzil e o resto da população terá porte de arma pra autodefesa, é só liberar um recurso pra financiar o povo pra comprar pistola.

    1. Ele não é Governador ainda só depois de janeiro.

  2. Tiago disse:

    Os caras não assumem responsabilidade e conseguem desvirtuar todos os dispositivos constitucionais. Uma vergonha.

  3. Jardel disse:

    Bomba atômica....M.Odebrech....Reforma era pra pessoa física do Lula

  4. Esther disse:

    Não dá para o Congresso ficar paralisado para sempre. Já basta a sua paralisação espontânea.