Witzel defende que intervenção não seja interrompida

Wilson Witzel se reuniu nesta quarta-feira com Michel Temer para defender que a intervenção federal no Rio continue até o fim de dezembro, relata O Globo.

Segundo o governador eleito, Temer sinalizou que não deve haver votação de PEC este ano. Isso indica que a intervenção poderia continuar até 31 de dezembro, como previsto.

A grande imprensa está atrasada no episódio do convite de Bolsonaro a Moro... Imagine o que ela está deixando de revelar para VOCÊ LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 8 comentários
  1. RJ precisa de drones, precisa colocar câmeras de segurança com reconhecimento facial na porta de cada favela e fazer um DISQUE DENÚNCIA com moradores pra entregar o paiol de drogas e armas!

  2. Lógico que a intervenção tem que ir até 31 de dezembro. Se suspender antes ainda mais na época de Natal todos os crimes terão um aumento significativo. A população no Rio vai se revoltar.