ACESSE

Witzel diz que não vê ilegalidade ou imoralidade em ‘truque’ para acumular gratificação

Telegram

Wilson Witzel, o candidato do PSC no Rio, disse neste domingo que não vê qualquer ilegalidade ou imoralidade nas declarações que fez numa palestra ensinando truques para juízes acumularem gratificações.

“O que foi falado é feito legalmente. Aquilo que está na lei é moral. Aquilo que não está na lei é que imoral”, disse a O Globo.

No vídeo, reproduzido pela coluna de Lauro Jardim, Witzel afirma:

“Na Justiça Federal, praticamente todos os juízes recebem. A gratificação de acúmulo é de R$ 4 mil . Eu recebo, expulsei o juiz substituto da minha Vara, disse ‘Ô, negão, você vai viajar lá pra ficar um ano fora, ou eu vou te expulsar da Vara’. Brincadeira, adoro meu juiz substituto. Mas, se ele ficar, eu não recebo. Aí a gente fez uma engenharia. Todo mês, 15 dias por mês, o juiz substituto sai da Vara. É uma reclamação grande, porque o juiz substituto também acha que o titular também tem que sair. Virou uma guerra essa gratificação de acúmulo, e são R$ 4 mil” .

Saiba o que os grandes jornais não contam para você sobre o 2º turno AQUI

Comentários

  • Romeu -

    O Judiciário tem uma visão tosca da realidade. A OAB é incentivadora de condutas antiéticas. O STF é exemplo de tudo que é errado protegendo bandidos e custando caro para a sociedade. Não aceit

  • RENATO -

    Sobrou quem o Paespalho da Clclovia da Morte? ta dificil lá, como cá (SP)

  • Ana -

    Resumindo... os cariocas estão lascados...

Ler 185 comentários