Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Witzel não precisa comparecer à CPI, decide Nunes Marques

Ex-governador do Rio de Janeiro poderá ficar em silêncio caso compareça à comissão
Witzel não precisa comparecer à CPI, decide Nunes Marques
Foto: Brunno Dantas/TJRJ

Wilson Witzel não precisará comparecer à CPI da Covid. A decisão foi tomada há pouco por Kassio Nunes Marques, do STF. Caso compareça à comissão, o ex-governador do Rio de Janeiro poderá ficar em silêncio.

“Defiro o pedido de habeas corpus para dispensar o paciente, caso queira, de comparecer perante a CPI do Pandemia e, em caso de opção pelo comparecimento, garantir-lhe: o direito ao silêncio, a não assumir o compromisso de falar a verdade (em razão da condição de investigado e não de testemunha) e à assistência de advogado. Publique-se. Intime-se. Arquive-se. Comunique-se ao Senhor Presidente da CPI da Pandemia. Brasília, 15 de junho de 2021.”

Segundo a CPI da Covid, Witzel confirmou que irá à comissão amanhã, mesmo depois da decisão de Nunes Marques.

Witzel foi retirado do cargo depois de processo de impeachment aberto justamente por conta de gasto no combate à pandemia. O ex-governador foi condenado por crime de responsabilidade após a compra de respiradores hospitalares superfaturados.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO