Yunes pede ‘acesso ilimitado’ ao inquérito dos portos

José Yunes, o amigão de Michel Temer, pediu a Luís Roberto Barroso “acesso ilimitado aos autos de todas as ações cautelares relacionadas” com o inquérito dos portos, informa O Globo.

É o inquérito em que o próprio Temer é investigado por supostamente ter beneficiado a Rodrimar, que atua no porto de Santos.

Para justificar o pedido, os advogados de Yunes citaram a súmula vinculante número 14 do STF: “É direito do defensor (…) ter acesso amplo aos elementos de prova que, já documentados em procedimento investigatório realizado por órgão com competência de polícia judiciária, digam respeito ao exercício do direito de defesa”.

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 8 comentários
  1. .
    Agora é a vez de T.
    .
    Se a PGR Raquel Dodge não fizer a 3ª denúncia contra Temer, corre-se grande risco de que esteja cometendo crime de prevaricação !!!
    .