Zanin, o zangado

Como noticiamos mais cedo, Sergio Moro adiou os interrogatórios da ação penal da reforma do sítio de Atibaia para evitar “exploração eleitoral”.

Cristiano Zanin, é claro, não ficou satisfeito.

“Um processo criminal jamais poderia ter seus atos orientados pelo calendário eleitoral. A mudança das datas dos depoimentos, porém, mostra que a questão eleitoral sempre esteve e está presente nas ações contra o ex-presidente Lula que tramitam em Curitiba.”

Se Moro mantivesse os interrogatórios, Zanin diria a mesma coisa.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 32 comentários
  1. Ridículo. A questão eleitoral altera a rotina pública e privada. Não vejo TV aberta e fiquei frente à TV mais de quatro horas para ouvir Bolsonaro e os contra. Bons princípios gregos, adEvogado

  2. Engraçado! Quando o favreto usou a eleição e o fato de o lula ser candidato para libertá-lo, valia considerar eleição como fator para até mesmo descumprir uma decisão colegiada. Agora, não vale mais?

  3. Sabe aquele sentimento de “vergonha alheia”? É isso que sinto toda vez que esse cara se manifesta. Piracicabano como eu, acredito que todas as pessoas de bem lamentam suas atitudes.

  4. Se dá celeridade, reclamam porque o processo está andando “anormalmente” rápido, o contrário, também reclamam. O ideal é não dar bola. Moro sabe o quê faz! Viva a OJL…Lula na cadeia!!!

  5. O zanin parece menino criado pela avó. Mimado e birrento. É daqueles que são donos da bola, quando não gostam de alguma coisa, põe a bola embaixo do braço e vão embora, acabando com o jogo.

  6. Toda pessoa merece defesa, mas será que existe um código de honra que sintonize a dignidade profissional e a preserve alheio às ambições de fama e poder?Quem responde pela consciência?

    1. Não se preocupe , essas pessoas infelizmente sofrerão muito ainda nessa, e em outras vidas por conta de seus atos, dessa justiça ninguem foge! Lei da Causa e Efeito o nome disso! Uma pena!