Zema vai iniciar gestão com corte de secretarias e comissionados

Telegram

Romeu Zema, governador eleito de Minas Gerais, decidiu iniciar sua gestão com corte de secretarias, cargos comissionados e a dispensa do palácio dos governadores.

A calamidade financeira do estado é a maior preocupação do novo governo, publica O Globo.

Para tentar tirar o estado da grave crise, o Partido Novo já se mobiliza para dar suporte ao governador eleito.

Com nomes como o ex-presidente do Banco Central Gustavo Franco e o empresário João Amoêdo, o Novo criou um conselho que auxiliará o governador mineiro.

Comentários

  • Ruiter -

    A mesma coisa acontece com a União. Oxalá que o futuro Ministro Lorenzoni CORTE com vigor, sem dó nem piedade, esses mais de 20.000 cabides de emprego e reforme a máquina pública.

  • Protagonista -

    Está mal aconselhado! O Bonaparte, no BC, quase destruiu o Brasil. Ambos são sabujem de banqueiro.

  • Ricardo -

    Esse tipo de fala é como música.

Ler 60 comentários