Dilma diz que contragarantia de Angola aos empréstimos brasileiros era 'dos sonhos'

Em depoimento por videoconferência à 10ª Vara Federal como testemunha de Lula, Dilma Rousseff disse há pouco que seu governo e os de seus antecessores Lula e Fernando Henrique Cardoso investiram em exportações com o objetivo de tornar o Brasil competitivo no mercado internacional.

Para ela, Angola se destacava entre os países menos desenvolvidos em razão de estar localizado na costa ocidental, região que é rica em petróleo.

A produção petrolífera, argumentou Dilma, diminuía os riscos de calote dos angolanos ao governo brasileiro.

Gilmar Mendes, o dono do Supremo. LEIA AQUI

“Essa é uma relação importante. Na contragarantia, você tinha um recebível dos sonhos de qualquer um. O fato de o pagamento de Angola ser em dólar, moeda forte, era sonho de consumo de qualquer país. Você tinha certeza e garantia de que o dinheiro estaria na sua conta.”

Dilma depõe como testemunha em um processo em que Lula responde por tráfico de influência e corrupção passiva no caso que envolve a ampliação da linha de crédito do BNDES para a Odebrecht em Angola.

Leia também:

Em depoimento como testemunha de Lula, Dilma bate boca com procurador

Comentários

  • Lucia -

    Os sonhos só existiam na cabeça dessa vaca. Cabeça de vento estocado com a ajuda de Lula, outro cabeça de molusco!

  • Otávio -

    Conversa fiada! Conseguiu superar o Lulad@o em burrice e pil@ntragem. Economista de merd@!!

  • Fatima -

    Era sonho só dos corruptos. Calhorda corrupta!

Ler 27 comentários