ESQUEMÃO PT-PMDB DELATADO
A delação inédita que revela arranjo montado para roubar os fundos de pensão

Caro leitor,

Institutos de previdência — como Previ, Petros, Serpros — deveriam aplicar seus recursos para garantir a aposentadoria de servidores públicos.

No Brasil, se tornara fontes inesgotáveis de recursos ilícitos nas mãos de partidos políticos.

Agora uma delação premiada inédita expõe as entranhas do esquema montado pelo PT e pelo MDB para roubar dinheiro dos fundos.

Um dos projetos que receberam injeção milionária de recursos tinha como sócio oculto, segundo o delator, o filho de um ex-senador.

Outros personagens que aparecem na história são bem conhecidos, como o ex-tesoureiro petista João Vaccari.

O repórter Fabio Leite teve acesso com exclusividade ao conteúdo da delação.

A delação, feita por um experiente operador, esmiúça o “papel dos agentes que promoveram e se beneficiaram dos desvios de dinheiro dos maiores fundos de pensão do país por meio de aportes em empreendimentos fadados ao fracasso”.

Leia um trecho da reportagem:

O delator chama-se Ricardo Siqueira Rodrigues, um empresário conhecido como “Ricardo Grande”, que intermediava investimentos de fundos de pensão em empresas privadas. Ele foi preso pela Lava Jato do Rio de Janeiro em abril de 2018, acusado de desviar dinheiro de uma aplicação. Ricardo Grande teve sua colaboração homologada em fevereiro do ano passado. Nos anexos obtidos por Crusoé, que ficaram públicos por alguns dias em novembro por decisão do juiz federal Vallisney Oliveira, do Distrito Federal, Rodrigues relata a trama engendrada por operadores como ele junto a gestores dos fundos de pensão, para beneficiar dirigentes e políticos do PT e do MDB. Um dos casos delatados envolve um fundo de investimento em participações chamado FIP Canabrava, criado pelo empresário Ludovico Giannattasio para financiar a construção de usinas de álcool e açúcar em Campos dos Goytacazes, no norte do Rio. Relatórios da CPI dos Fundos de Pensão e da Polícia Federal já apontavam que a empreitada resultou em prejuízos milionários aos fundos Petros, Postalis e Serpros, que puseram no negócio quase metade do total de 694 milhões de reais captados. Das quatro usinas previstas, só uma saiu do papel e, ainda assim, ficou no vermelho…

Há ainda um segundo delator, Henrique Barbosa, que contou o seguinte à Lava Jato:

…ele admitiu ter recebido 1 milhão de reais no apartamento de um doleiro na Barra da Tijuca, em julho de 2014, e entregue o dinheiro duas semanas depois nas mãos da secretária pessoal do então tesoureiro do PT, João Vaccari, em frente a um hotel em Ipanema. O dinheiro seria propina paga ao PT pelo empresário Arthur Pinheiro Machado para que os fundos de pensão controlados pelo partido investissem em seus negócios…

Você está convidado a descobrir os segredos revelados pela reportagem, AGORA, NA ÍNTEGRA.

Você também terá acesso na Crusoé:

⏹ à Edição da Semana, publicada às sextas-feiras, com alentadas reportagens investigativas e análises exclusivas de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Leandro Narloch e Ana Paula Henkel

⏹ ao Diário, com  notícias exclusivas de Brasília publicadas de segunda a domingo

⏹ ao Acervo: acesso a todas as reportagens e artigos da história da Crusoé

⏹ Experimente por 7 dias. Se não quiser se tornar assinante, você poderá cancelar a assinatura dentro do período de 7 dias, sem custo, ligando para 4003-3759, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

ATENÇÃO — Já está disponível para você o Combo O ANTAGONISTA+CRUSOÉ: uma única conta de acesso às duas publicações, em uma condição especial (clique no botão abaixo para conferir os benefícios)

Para começar a ler, basta clicar no botão abaixo:

ASSINE JÁ COM DESCONTO ESPECIAL

A Crusoé foi criada em 2018 pelos jornalistas Diogo Mainardi e Mario Sabino com o propósito de mostrar para você o que acontece pelos cantos de Brasília, trazendo a verdade à tona ─ doa a quem doer.

Na linha de frente, está Rodrigo Rangel, autor de reportagens que contribuíram para colocar na cadeia o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, o ex-presidente Lula e muitos outros políticos corruptos.

A independência editorial da CRUSOÉ, exercida sem concessões, vem provocando reações.

CRUSOÉ chegou até a ser censurada pelo STF, depois de revelar o apelido pelo qual o ministro Dias Toffoli era conhecido na Odebrecht nos tempos do petrolão. A proibição foi derrubada dias depois pelo STF, que reconheceu a legitimidade da apuração.

Foram várias investigações sobre personagens do Judiciário, visto pelos brasileiros como o último Poder a ser escrutinado pelos órgãos de investigação e pela opinião pública:

Poderosos do Executivo, do Legislativo, da iniciativa privada, condenados…Os atos de outros poderosos também foram escrutinados pela CRUSOÉ.

Lula, Gleisi, Renan, Ciro, Alckmin, os filhos endinheirados de Lula… todos foram alvo de apurações extensas, rigorosas e bem documentadas.

Os hackers da Lava Jato (e seus cúmplices) também.

CRUSOÉ enfrentou os hackers que tentam destruir a Lava Jato e ferir Sergio Moro. Os jornalistas da revista tiveram suas contas pessoais invadidas pelos hackers, num ataque ao jornalismo independente e também ao direito dos brasileiros de saber a verdade: quem estava por trás do ataque hacker?

Os alvos das reportagens não gostaram, mas os assinantes da CRUSOÉ, sim.

Veja o que dizem alguns assinantes, em comentários que eles fizeram a várias reportagens investigativas publicadas:

INDEPENDÊNCIA. CAPACIDADE INVESTIGATIVA. COMPROMETIMENTO COM A LUTA CONTRA A CORRUPÇÃO E OS DESMANDOS DO PODER

É assim que os assinantes veem a CRUSOÉ.

São princípios fundamentais da Crusoé:

 não aceitamos anúncios ou qualquer outro tipo de recursos de governos ou entidades públicas, sejam eles federais, estaduais ou municipais, dos poderes Executivo, Legislativo ou Judiciário

 não aceitamos anúncios ou qualquer tipo de recursos de empresas estatais

 não aceitamos anúncios ou qualquer tipo de recursos de empresas privadas enroladas em falcatruas

É isso que garante a você transparência total das informações divulgadas.

Com a Crusoé, você terá acesso a:

  • 52 Edições da Semana da Crusoé por ano, com reportagens investigativas e exclusivas sobre os bastidores do poder
  • notícias exclusivas do Diário, 24 horas por dia, 7 dias da semana
  • acesso ao acervo integral da Crusoé
  • a coluna provocadora do Diogo Mainardi
  • a coluna de Mario Sabino, que revela bastidores da imprensa e relaciona os fatos presentes com a história brasileira
  • o humor inteligente de Ruy Goiaba
  • a coluna do politicamente incorreto Leandro Narloch
  • as colunas de Felipe Moura Brasil e Ana Paula Henkel
  • entrevistas exclusivas com personalidades da cena nacional e internacional
  • ACESSO AO JORNALISMO INDEPENDENTE

Você fará parte de um grupo bem informado, que participa ativamente de todas as decisões que vêm de Brasília.

Em pouco mais de 1 ano, a Crusoé conquistou mais de 75.000 assinantes.

A Crusoé é a melhor maneira de você começar a semana bem informado, para participar de qualquer conversa de alto nível.

E você também pode se tornar um leitor agora mesmo.

Se fizer sua assinatura HOJE mesmo, você terá benefícios especiais.

Benefício 1 – Acesso a 52 Edições da Semana da Crusoé por ano
Você terá acesso ilimitado às grandes e exclusivas reportagens publicadas na Edição da Semana da Crusoé, que revelam e analisam os fatos em profundidade, além de entrevistas exclusivas com personalidades e figuras de peso da política e as colunas de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba e outros grandes nomes.

Benefício 2 – Acesso a notícias exclusivas do Diário, 7 dias por semana, 24 horas por dia
Você terá acesso ilimitado a todas as notícias diárias publicadas pela Redação da Crusoé em Brasília: você não vai perder nada que importa.

Benefício 3 – Acesso ao acervo integral da Crusoé
Você poderá conferir todos os conteúdos já publicados pela Crusoé desde o lançamento da revista: poderá ler, reler e fazer pesquisas.

Benefício 4 – 7 dias para cancelar a assinatura

Você deve estar se perguntando: mas quanto custa para ter acesso a todos esses conteúdos informativos e analíticos e ao melhor jornalismo independente?

Resposta: menos do que um cafezinho diário.

Isso mesmo.

Para ter acesso por um ano ao jornalismo independente da Crusoé e a informações e análises exclusivas da equipe que vive em Brasília, você vai pagar menos do que o equivalente a um cafezinho por dia.

Se você quer se adiantar aos fatos e saber de antemão o que ocorre nos corredores de Brasília, basta clicar no botão abaixo agora mesmo.

ATENÇÃO — Já está disponível para você o Combo O ANTAGONISTA+CRUSOÉ: uma única conta de acesso às duas publicações, em uma condição especial (clique no botão abaixo para conferir os benefícios).

ASSINE JÁ COM DESCONTO ESPECIAL

Você será direcionado para uma plataforma 100% segura, onde você deverá preencher os seus dados.

Garanta agora mesmo os benefícios especiais que reservamos para você:

Benefício 1 – Acesso a 52 Edições da Semana da Crusoé por ano

Benefício 2 – Acesso a notícias exclusivas do Diário, 7 dias por semana, 24 horas por dia

Benefício 3 – Acesso ao acervo integral da Crusoé

Benefício 4 – 7 dias para cancelar a assinatura

Clique agora mesmo neste link ou no botão abaixo e garanta o acesso a esses benefícios ainda hoje.

ATENÇÃO — Já está disponível para você o Combo O ANTAGONISTA+CRUSOÉ: uma única conta de acesso às duas publicações, em uma condição especial de lançamento (clique no botão abaixo para conferir os benefícios)

ASSINE JÁ E GARANTE SEU DESCONTOUm abraço,

Equipe Crusoé


TOPO