EXCLUSIVO: A PARTICIPAÇÃO DE BOLSONARO NA OPERAÇÃO EM FAVOR DA JBS
Os repórteres da Crusoé investigaram a relação entre o advogado do presidente e o conglomerado dos irmãos Batista por meses. E encontraram as digitais do presidente e do procurador-geral da República

Caro leitor,

Ao longo dos últimos meses, Crusoé vinha apurando a relação de Frederick Wassef, advogado do presidente Jair Bolsonaro, com a JBS — a gigante mundial de alimentos ligada aos irmãos Joesley e Wesley Batista e enrolada na Lava Jato.

Os repórteres apuravam também a atuação do advogado de Bolsonaro junto à Procuradoria-Geral da República — que, inicialmente, pedia a rescisão do acordo de delação premiada da JBS, mas depois da atuação do advogado passou a considerar a possibilidade de rever sua posição.

Todos negavam qualquer ligação: “Fake news”, o advogado do presidente chegou a dizer, despistando.

Pois a apuração jornalística avançou e terminou por revelar a participação direta do presidente Jair Bolsonaro no caso.

Os detalhes da história estão na reportagem exclusiva da Crusoé:

Sim, Jair Bolsonaro, Augusto Aras, procurador-geral da República, e Wassef, o advogado do presidente, se envolveram em uma operação de bastidores em favor da JBS — que pagou 9 milhões de reais ao advogado.

Leia um trecho da reportagem exclusiva:

... o advogado Frederick Wassef visitou a PGR no fim do ano passado para tratar da delação da JBS, sem nenhuma procuração da empresa. Detalhe: a visita, informal, foi marcada pelo próprio procurador-geral, Augusto Aras, a pedido do presidente Jair Bolsonaro. A reunião se deu em 4 de outubro, quando o processo do polêmico acordo de colaboração estava na Procuradoria-Geral. Wassef foi conversar com José Adonis Callou de Araújo Sá, que tinha acabado de ser nomeado coordenador da equipe que toca os inquéritos e processos relacionados à Lava Jato. Pouco antes do encontro, o próprio Aras ligou para Adonis dizendo que Bolsonaro lhe havia feito um pedido para que Wassef fosse recebido para uma conversa com o responsável pelos casos da operação de combate à corrupção. A audiência foi marcada, como queriam o procurador-geral e o presidente. Horas antes do encontro, Adonis se surpreendeu com uma ligação do próprio Bolsonaro. O presidente não entrou em detalhes sobre o que seria tratado pelo advogado, mas fez questão de demonstrar seu contentamento com a disposição do procurador em atender Wassef…

A PGR, àquela altura, defendia oficialmente a rescisão do acordo, algo que aterroriza os irmãos Batista em razão do risco de eles serem punidos nos processos a que respondem — com a possibilidade, inclusive, de voltarem para a prisão. Rodrigo Janot, responsável por fechar o acordo, e a sucessora dele, Raquel Dodge, defenderam a anulação dos benefícios aos delatores, por causa de polêmicas diversas, como a descoberta de que um dos procuradores que representaram a PGR na negociação vinha atuando também em parceria com um dos escritórios que defendiam a companhia. O mesmo entendimento foi mantido pela gestão Aras, que assumiu o comando do MPF no fim de setembro do ano passado. Em novembro, o próprio procurador-geral indicado por Bolsonaro chegou a defender a rescisão nas alegações finais do processo que corre no STF, sob a relatoria do ministro Edson Fachin. Curiosamente, depois das gestões de Wassef junto ao gabinete de Aras, a PGR passou a considerar a possibilidade de rever sua posição. Começaram, então, tratativas no sentido de repactuar o acordo com a JBS…

Crusoé vinha apurando há meses a relação de Wassef com a JBS e sua atuação na PGR em favor da companhia. Em conversas reservadas, todas as partes vinham negando enfaticamente que houvesse a relação. A admissão só veio após a revelação, ainda na quarta-feira, de que o advogado recebeu 9 milhões de reais do frigorífico dos irmãos Batista, entre os anos de 2015 e 2020. Os registros dos pagamentos constam de um relatório do Coaf, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, enviado aos promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro que investigam a relação de Wassef com Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro e amigo do presidente da República. Queiroz foi preso em junho em uma casa de Wassef em Atibaia, no interior de São Paulo. Segundo os promotores, o advogado ajudou a esconder Queiroz no último ano e recebeu do ex-assessor e de familiares dele o apelido de “Anjo”…

A reportagem conta todos os detalhes da história.

E também a reação dos personagens — o presidente, o PGR, o advogado e a JBS — à revelação feita pela Crusoé.

A reportagem também mostra quais são as principais questões a serem respondidas pelos envolvidos e o que pode acontecer agora.

É A REPORTAGEM MAIS IMPORTANTE QUE VOCÊ TERÁ LIDO NAS ÚLTIMAS SEMANAS.

Mais: os repórteres da Crusoé não vão parar por aqui.

Por isso, convidamos você a acessar esta e as demais reportagens e artigos exclusivos de Crusoé em uma CONDIÇÃO ESPECIAL agora.

Confira o que VOCÊ ganha:

1 ano de acesso à CRUSOÉ, com a Edição da Semana, com reportagens investigativas aprofundadas publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site tradicional MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
 a coluna exclusiva de Sergio Moro
podcasts e artigos exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Leandro Narloch, Carlos Fernando Lima e equipe
newsletter exclusivas
 BRINDE: ebook “Sergio Moro Especial: de juiz da Lava Jato a presidenciável” (liberado após 7 dias)
condição especial: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês no 1º mês; depois, desconto especial (convite válido por tempo limitado)

Você poderá acessar todos os conteúdos de O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ pelos próximos 7 diasse, ao final desse período, não quiser se tornar um assinante, poderá cancelar a assinatura, ligando para 4003-3759, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Se decidir ficar, sua assinatura anual será efetivada automaticamente pelos 12 meses seguintes com o desconto especial.

Para liberar seu acesso agora, clique no botão abaixo:

1 ano do Combo 
O ANTAGONISTA+ CRUSOÉ


comece por apenas
R$ 1,90/mês*

*no 1º mês; depois desconto especial

Por que ter acesso ao combo O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ?

Embora tenham o mesmo DNA, O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ são publicações com características e personalidades bastante distintas.

Explicando melhor: as duas publicações são complementares. Enquanto O ANTAGONISTA+ oferece uma cobertura eletrizante e em tempo real dos principais fatos da política, CRUSOÉ traz reportagens investigativas aprofundadas e artigos analíticos sobre o presente e o futuro do Brasil.

O ANTAGONISTA+ coloca VOCÊ na trincheira da cobertura política, no corpo a corpo com os poderosos. CRUSOÉ leva VOCÊ para a ilha do jornalismo independente, que propicia o aprofundamento e a reflexão.

Em conjunto, eles podem fazer o que nenhuma outra publicação faz por você.

O acesso às duas publicações é uma oportunidade única de saber — em tempo real e em primeira mão — os movimentos nos bastidores da política brasileira e, adicionalmente, entendê-los em profundidade, antever seus desdobramentos para o país e até as consequências para a sua vida.

Como dissemos, o DNA de CRUSOÉ e de O ANTAGONISTA+ é o mesmo: independência editorial total e defesa intransigente da democracia, da liberdade de expressão e da livre iniciativa. Vigilância sobre inquilinos dos Poderes, com o propósito de cooperar para a construção de um Brasil moderno e honesto.

Mais: nenhuma das publicações veicula anúncios de órgãos públicos de qualquer Poder (Executivo, Legislativo e Judiciário) e esfera (federal, estadual ou municipal), tampouco de empresas estatais ou companhias privadas enroladas em escândalos de corrupção. Recusamos integralmente qualquer recurso proveniente dessas fontes. O princípio é: o jornalismo independente não pode ter vínculos comerciais com autoridades e instituições que ele, o jornalismo independente, deve fiscalizar.

É mais fácil falar do que fazer, não é mesmo?

E você provavelmente já ouviu essas promessas antes…

Mas agora não se trata de promessas.

CRUSOÉ e O ANTAGONISTA+ têm cumprido rigorosamente sua missão.

E você pode se certificar disso agora mesmo.

O ANTAGONISTA+ é uma evolução do site que nasceu no dia 1º de janeiro de 2015, pelas mãos de DIOGO MAINARDI e MARIO SABINO.

A primeira missão foi apontar que uma cleptocracia se estabelecera no Palácio do Planalto, revelando um sem número de fatos que escancararam as falcatruas companheiras.

O que aconteceu desde então, já é história:

Fonte: O Antagonista

Publicando mais de cem posts por dia, em uma cobertura eletrizante, o site não deixa passar em branco nenhum assunto que realmente importa. Nem os erros que realmente importam.

O ANTAGONISTA+ nasceu para colocar você na trincheira do noticiário em tempo real, na melhor e mais amigável plataforma do jornalismo brasileiro.

O ANTAGONISTA+ oferece todo o conteúdo do site tradicional de O Antagonista e muito MAIS.

Ele oferece CONTEÚDOS E RECURSOS EXCLUSIVOS.

Confira os benefícios de O ANTAGONISTA+

𓇼 Podcasts com Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Diego Amorim e Renan Ramalho


𓇼 Notícias exclusivas
(“furos” de reportagem) em primeira mão — antes mesmo da publicação em O Antagonista


𓇼
Sem exibição de anúncios (banners): assim, você economiza seu pacote de dados de celular e a bateria do seu aparelho

O Antagonista com anúncios…

O ANTAGONISTA+ sem anúncios         


𓇼
Seus comentários em destaque


𓇼
Todas as notícias também em áudio: enquanto você dirige seu carro, se exercita ou faz qualquer outra atividade, pode acompanhar o noticiário


𓇼
Leitura das notícias offline: você pode ler no avião ou em outros locais sem acesso à internet (basta carregar o conteúdo antes, enquanto tiver acesso à rede)

O ANTAGONISTA+ é a melhor versão do mais influente site de política brasileira.

Se ele já é uma aliado poderoso, imagine contar também com CRUSOÉ

Em pouco mais de 1 ano e meio de vida, CRUSOÉ já publicou algumas das reportagens mais reveladoras e impactantes do jornalismo brasileiro contemporâneo.

Nesse período, descortinou os bastidores do Poder — ou melhor dos três Poderes.

Na linha de frente, está Rodrigo Rangel, autor de reportagens que contribuíram para colocar na cadeia o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, o ex-presidente Lula e muitos outros políticos corruptos.

A independência editorial da CRUSOÉ, exercida sem concessões, vem provocando reações.

CRUSOÉ chegou até a ser censurada pelo STF, depois de revelar o apelido pelo qual o ministro Dias Toffoli era conhecido na Odebrecht nos tempos do petrolão. A proibição foi derrubada dias depois pelo STF, que reconheceu a legitimidade da apuração.

Foram várias investigações sobre personagens do Judiciário, visto pelos brasileiros como o último Poder a ser escrutinado pelos órgãos de investigação e pela opinião pública:

Poderosos do Executivo, do Legislativo, da iniciativa privada, condenados…Os atos de outros poderosos também foram escrutinados pela CRUSOÉ.

Lula, Gleisi, Renan, Ciro, Alckmin, os filhos endinheirados de Lula… todos foram alvo de apurações extensas, rigorosas e bem documentadas.

Os hackers da Lava Jato (e seus cúmplices) também.

CRUSOÉ enfrentou os hackers que tentam destruir a Lava Jato e ferir Sergio Moro. Os jornalistas da revista tiveram suas contas pessoais invadidas pelos hackers, num ataque ao jornalismo independente e também ao direito dos brasileiros de saber a verdade: quem estava por trás do ataque hacker?

Os alvos das reportagens não gostaram, mas os assinantes da CRUSOÉ, sim.

Veja o que dizem alguns assinantes, em comentários que eles fizeram a várias reportagens investigativas publicadas:

INDEPENDÊNCIA. CAPACIDADE INVESTIGATIVA. COMPROMETIMENTO COM A LUTA CONTRA A CORRUPÇÃO E OS DESMANDOS DO PODER

É assim que os assinantes veem a CRUSOÉ.

Com CRUSOÉ, você terá acesso a:

𓇼 Edição da Semana, publicada às sextas-feiras, com alentadas reportagens investigativas e análises exclusivas de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Felipe Moura  Brasil, Leandro Narloch e Ana Paula Henkel

𓇼 Diário, com  notícias exclusivas de Brasília publicadas de segunda a domingo

𓇼 Acervo completo da CRUSOÉ, desde maio de 2018

Bem, você já deve ter percebido que este convite oferece muitos benefícios para você.

Talvez seja hora de resumi-los, para sua comodidade:

BENEFÍCIOS EXCLUSIVOS DO CONVITE
COMBO 
O ANTAGONISTA+ CRUSOÉ
(promoção por tempo limitado)

a coluna exclusiva de Sergio Moro
1 ano de acesso à CRUSOÉ e a O ANTAGONISTA+
reportagens investigativas
noticiário em tempo real
podcasts e artigos exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Leandro Narloch, Carlos Fernando Lima e equipe
O Antagonista sem publicidade
newsletter exclusivas
 BRINDE: ebook “Sergio Moro Especial: de juiz da Lava Jato a presidenciável” (liberado após 7 dias)
condição especial: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês no 1º mês; depois, desconto especial (convite válido por tempo limitado)

Somente por meio deste convite, você vai ter acesse a tudo isso em uma condição especial (CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA LIBERAR SEU ACESSO):

1 ano do Combo 
O ANTAGONISTA+ CRUSOÉ

comece por apenas
R$ 1,90/mês*

*no 1º mês; depois, desconto especial

Você poderá acessar todos os conteúdos de O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ pelos próximos 7 diasse, ao final desse período, você não quiser se tornar um assinante, poderá cancelar a assinatura, ligando para 4003-3759, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Se decidir ficar, sua assinatura anual será efetivada automaticamente pelos 12 meses seguintes com o desconto especial.

Mas lembre-se: essa é uma oferta promocional e pode ser encerrada a qualquer momento.

Portanto, não deixe a oportunidade passar.

Clique no botão abaixo para liberar seu acesso ao combo CRUSOÉO ANTAGONISTA+:

1 ano do Combo 
O ANTAGONISTA+ CRUSOÉ

comece por apenas
R$ 1,90/mês*

*no 1º mês; depois, desconto especial

Boa leitura!

Equipes O Antagonista & Crusoé

Assine e GANHE um ebook sobre SERGIO MORO. Só R$ 1,90 no 1º mês





TOPO