Queiroz-Flávio Bolsonaro: revelações sobre a rachadinhaParceria lucrativa pode ser bem mais antiga do que supunha a investigação

Caro leitor,

Documentos obtidos por Crusoé trazem revelações sobre o caso das rachadinhas que envolve o notório Fabrício Queiroz e o hoje senador Flávio Bolsonaro, o filho 01 do presidente.

Os documentos mostram que a relação de Queiroz com o gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio é bem mais antiga do que a investigação sobre a rachadinha considera como o ponto de partida da lucrativa parceria.

Leia um trecho da reportagem:

A prisão, em junho, do subtenente da reserva Fabrício Queiroz, acusado de operar um esquema de lavagem dinheiro no gabinete do então deputado estadual e hoje senador Flávio Bolsonaro, pôs fim a uma pergunta que corria o país, mas não esclareceu todas as dúvidas do caso. Ainda pairam interrogações, por exemplo, sobre a profundidade da relação entre ele e a atual família número um da República. Aos poucos, as peças que ainda faltam nesse quebra-cabeça vão surgindo. Uma delas, que revelamos agora, diz respeito ao início dos serviços prestados por Queiroz ao antigo gabinete do filho 01 do presidente Jair Bolsonaro. Até agora as investigações apontavam que Queiroz começou a trabalhar para Flávio no começo de 2007. Documentos inéditos obtidos por Crusoé, porém, mostram que a história dele no gabinete vem bem de antes. Queiroz começou a ciceronear Flávio ainda no primeiro mandato de deputado do 01, em agosto de 2003. Foi cedido pela Polícia Militar do Rio de Janeiro, onde trabalhava, de forma “oficiosa”, para ser um agente de segurança a serviço do filho do presidente…

No dia 25 de agosto de 2003, o deputado Flávio Bolsonaro pediu a nomeação de Fabrício Queiroz para seu gabinete. Imediatamente, em despacho escrito à mão, o Comando da Polícia Militar mandou Queiroz se apresentar no dia seguinte, 26 de agosto, “ao ilustre parlamentar”. Na mesma data, o boletim interno da PM transferiu Queiroz do BPVE, o Batalhão de Policiamento em Vias Especiais, para a DGP, a Diretoria Geral de Pessoal, a seção onde ficam formalmente lotados os policiais cedidos a outros órgãos. Dois dias depois, a PM deu início à formalização do processo extraoficial, mas somente em 30 de outubro de 2003 Queiroz assinou uma declaração informando estar ciente de que, se ficasse mais de dois anos cedido, seria transferido para reserva remunerada. À época, ele ainda era 2º sargento.

Em 6 de novembro de 2003, o major responsável pela movimentação de pessoal informou que Queiroz servia “na DGP à disposição, oficiosamente, do dep. Flávio Bolsonaro desde 26 de agosto de 2003”. O major destacou o termo “oficiosamente” em negrito. Ponderou que a “cessão ou disposição de policiais militares” deveria ocorrer com “autorização governamental”, e tornada pública em Diário Oficial. Àquela altura, o deputado Flávio Bolsonaro omitia que Fabrício servia ao seu gabinete. Em 24 de outubro de 2003, Flávio requereu à Assembleia Legislativa uma moção de “louvor e congratulações” ao então sargento. Informou, incorretamente, que Queiroz ainda estava lotado no Batalhão de Policiamento em Vias Especiais…

A reportagem dá todos os detalhes da transferência de Queiroz para o gabinete de Flavio Bolsonaro.

E traz informações também sobre a relação de Flávio Bolsonaro e Queiroz com Adriano da Nóbrega, ex-PM morto em fevereiro por policiais do Rio e da Bahia durante uma operação para prendê-lo – Nóbrega era acusado de chefiar o Escritório do Crime, um bando de matadores profissionais.

Esta é sua oportunidade também de apoiar o jornalismo investigativo e verdadeiramente independente da Crusoé.

O jornalismo que vigia os atos do governo Bolsonaro.

O jornalismo que vigiou os atos do governo Dilma e do governo Temer.

O jornalismo que vigia as cortes superiores de Brasília.

O jornalismo que vigia.

Convidamos você a apoiar esse jornalismo: acesse todas as reportagens e análises exclusivas da Crusoé — e também de O Antagonista+ — AGORAem uma CONDIÇÃO ESPECIAL.

Confira o que VOCÊ ganha:

1 ano de acesso à CRUSOÉ, com a Edição da Semana, com reportagens investigativas aprofundadas publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site tradicional MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
 a coluna exclusiva de Sergio Moro
podcasts e artigos exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Leandro Narloch, Carlos Fernando Lima e equipe
newsletter exclusivas
condição especial: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês no 1º mês; depois, desconto especial (convite válido por tempo limitado)

Você poderá acessar todos os conteúdos de O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ pelos próximos 7 diasse, ao final desse período, não quiser se tornar um assinante, poderá cancelar a assinatura, ligando para 4003-3759, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Se decidir ficar, sua assinatura anual será efetivada automaticamente pelos 12 meses seguintes com o desconto especial.

Para liberar seu acesso agora, clique no botão abaixo:

1 ano do Combo 
O ANTAGONISTA+ CRUSOÉ


comece por apenas
R$ 1,90/mês*

*no 1º mês; depois desconto especial

Por que ter acesso ao combo O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ?

Embora tenham o mesmo DNA, O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ são publicações com características e personalidades bastante distintas.

Explicando melhor: as duas publicações são complementares. Enquanto O ANTAGONISTA+ oferece uma cobertura eletrizante e em tempo real dos principais fatos da política, CRUSOÉ traz reportagens investigativas aprofundadas e artigos analíticos sobre o presente e o futuro do Brasil.

O ANTAGONISTA+ coloca VOCÊ na trincheira da cobertura política, no corpo a corpo com os poderosos. CRUSOÉ leva VOCÊ para a ilha do jornalismo independente, que propicia o aprofundamento e a reflexão.

Em conjunto, eles podem fazer o que nenhuma outra publicação faz por você.

O acesso às duas publicações é uma oportunidade única de saber — em tempo real e em primeira mão — os movimentos nos bastidores da política brasileira e, adicionalmente, entendê-los em profundidade, antever seus desdobramentos para o país e até as consequências para a sua vida.

Como dissemos, o DNA de CRUSOÉ e de O ANTAGONISTA+ é o mesmo: independência editorial total e defesa intransigente da democracia, da liberdade de expressão e da livre iniciativa. Vigilância sobre inquilinos dos Poderes, com o propósito de cooperar para a construção de um Brasil moderno e honesto.

Mais: nenhuma das publicações veicula anúncios de órgãos públicos de qualquer Poder (Executivo, Legislativo e Judiciário) e esfera (federal, estadual ou municipal), tampouco de empresas estatais ou companhias privadas enroladas em escândalos de corrupção. Recusamos integralmente qualquer recurso proveniente dessas fontes. O princípio é: o jornalismo independente não pode ter vínculos comerciais com autoridades e instituições que ele, o jornalismo independente, deve fiscalizar.

É mais fácil falar do que fazer, não é mesmo?

E você provavelmente já ouviu essas promessas antes…

Mas agora não se trata de promessas.

CRUSOÉ e O ANTAGONISTA+ têm cumprido rigorosamente sua missão.

E você pode se certificar disso agora mesmo.

O ANTAGONISTA+ é uma evolução do site que nasceu no dia 1º de janeiro de 2015, pelas mãos de DIOGO MAINARDI e MARIO SABINO.

A primeira missão foi apontar que uma cleptocracia se estabelecera no Palácio do Planalto, revelando um sem número de fatos que escancararam as falcatruas companheiras.

O que aconteceu desde então, já é história:

Fonte: O Antagonista

Publicando mais de cem posts por dia, em uma cobertura eletrizante, o site não deixa passar em branco nenhum assunto que realmente importa. Nem os erros que realmente importam.

O ANTAGONISTA+ nasceu para colocar você na trincheira do noticiário em tempo real, na melhor e mais amigável plataforma do jornalismo brasileiro.

O ANTAGONISTA+ oferece todo o conteúdo do site tradicional de O Antagonista e muito MAIS.

Ele oferece CONTEÚDOS E RECURSOS EXCLUSIVOS.

Confira os benefícios de O ANTAGONISTA+

𓇼 Podcasts com Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Diego Amorim e Renan Ramalho


𓇼 Notícias exclusivas
(“furos” de reportagem) em primeira mão — antes mesmo da publicação em O Antagonista


𓇼
Sem exibição de anúncios (banners): assim, você economiza seu pacote de dados de celular e a bateria do seu aparelho

O Antagonista com anúncios…

O ANTAGONISTA+ sem anúncios         


𓇼
Seus comentários em destaque


𓇼
Todas as notícias também em áudio: enquanto você dirige seu carro, se exercita ou faz qualquer outra atividade, pode acompanhar o noticiário


𓇼
Leitura das notícias offline: você pode ler no avião ou em outros locais sem acesso à internet (basta carregar o conteúdo antes, enquanto tiver acesso à rede)

O ANTAGONISTA+ é a melhor versão do mais influente site de política brasileira.

Se ele já é uma aliado poderoso, imagine contar também com CRUSOÉ

Em pouco mais de 1 ano e meio de vida, CRUSOÉ já publicou algumas das reportagens mais reveladoras e impactantes do jornalismo brasileiro contemporâneo.

Nesse período, descortinou os bastidores do Poder — ou melhor dos três Poderes.

Na linha de frente, está Rodrigo Rangel, autor de reportagens que contribuíram para colocar na cadeia o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, o ex-presidente Lula e muitos outros políticos corruptos.

A independência editorial da CRUSOÉ, exercida sem concessões, vem provocando reações.

CRUSOÉ chegou até a ser censurada pelo STF, depois de revelar o apelido pelo qual o ministro Dias Toffoli era conhecido na Odebrecht nos tempos do petrolão. A proibição foi derrubada dias depois pelo STF, que reconheceu a legitimidade da apuração.

Foram várias investigações sobre personagens do Judiciário, visto pelos brasileiros como o último Poder a ser escrutinado pelos órgãos de investigação e pela opinião pública:

Poderosos do Executivo, do Legislativo, da iniciativa privada, condenados…Os atos de outros poderosos também foram escrutinados pela CRUSOÉ.

Lula, Gleisi, Renan, Ciro, Alckmin, os filhos endinheirados de Lula… todos foram alvo de apurações extensas, rigorosas e bem documentadas.

Os hackers da Lava Jato (e seus cúmplices) também.

CRUSOÉ enfrentou os hackers que tentam destruir a Lava Jato e ferir Sergio Moro. Os jornalistas da revista tiveram suas contas pessoais invadidas pelos hackers, num ataque ao jornalismo independente e também ao direito dos brasileiros de saber a verdade: quem estava por trás do ataque hacker?

Os alvos das reportagens não gostaram, mas os assinantes da CRUSOÉ, sim.

Veja o que dizem alguns assinantes, em comentários que eles fizeram a várias reportagens investigativas publicadas:

INDEPENDÊNCIA. CAPACIDADE INVESTIGATIVA. COMPROMETIMENTO COM A LUTA CONTRA A CORRUPÇÃO E OS DESMANDOS DO PODER

É assim que os assinantes veem a CRUSOÉ.

Com CRUSOÉ, você terá acesso a:

𓇼 Edição da Semana, publicada às sextas-feiras, com alentadas reportagens investigativas e análises exclusivas de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Felipe Moura  Brasil, Leandro Narloch e Ana Paula Henkel

𓇼 Diário, com  notícias exclusivas de Brasília publicadas de segunda a domingo

𓇼 Acervo completo da CRUSOÉ, desde maio de 2018

Bem, você já deve ter percebido que este convite oferece muitos benefícios para você.

Talvez seja hora de resumi-los, para sua comodidade:

BENEFÍCIOS EXCLUSIVOS DO CONVITE
COMBO 
O ANTAGONISTA+ CRUSOÉ
(promoção por tempo limitado)

a coluna exclusiva de Sergio Moro
1 ano de acesso à CRUSOÉ e a O ANTAGONISTA+
reportagens investigativas
noticiário em tempo real
podcasts e artigos exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Leandro Narloch, Carlos Fernando Lima e equipe
O Antagonista sem publicidade
newsletter exclusivas
condição especial: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês no 1º mês; depois, desconto especial (convite válido por tempo limitado)

Somente por meio deste convite, você vai ter acesse a tudo isso em uma condição especial (CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA LIBERAR SEU ACESSO):

1 ano do Combo 
O ANTAGONISTA+ CRUSOÉ

comece por apenas
R$ 1,90/mês*

*no 1º mês; depois, desconto especial

Você poderá acessar todos os conteúdos de O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ pelos próximos 7 diasse, ao final desse período, você não quiser se tornar um assinante, poderá cancelar a assinatura, ligando para 4003-3759, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Se decidir ficar, sua assinatura anual será efetivada automaticamente pelos 12 meses seguintes com o desconto especial.

Mas lembre-se: essa é uma oferta promocional e pode ser encerrada a qualquer momento.

Portanto, não deixe a oportunidade passar.

Clique no botão abaixo para liberar seu acesso ao combo CRUSOÉO ANTAGONISTA+:

1 ano do Combo 
O ANTAGONISTA+ CRUSOÉ

comece por apenas
R$ 1,90/mês*

*no 1º mês; depois, desconto especial

Boa leitura!

Equipes O Antagonista & Crusoé

Comece a ler por apenas R$ 1,90 (1º mês)


TOPO