'A classe artística deve ficar feliz', ironiza Bolsonaro após nomeação para Cultura

Após nomear o dramaturgo Roberto Alvim para comandar a Secretaria Especial de Cultura, Jair Bolsonaro disse, ironicamente, que “a classe artística deve ficar feliz” com a indicação, informa O Globo.

O presidente afirmou ainda que a área foi entregue de “porteira fechada” para Alvim, sinalizando que ele terá autonomia para nomeações em todos os órgãos ligados à área cultural.

Comentários

  • Leonardo -

    Muito boa, presidente! Estamos com o senhor!!! O Brasil está na torcida para mudar, mudar de verdade, e está mudando!!!!

  • Luciano -

    A Jice já perdeu os votos dos paulistas. Eu não voto mais nessa cobra que fica espalhando se veneno. Já o Olímpio é um traíra que apoiou o comunista Márcio França do PSB, aliado do LUla e do P

  • marianomonkey -

    Acabou a mamata. Pela EXTINÇÃO da Ancine. Estado não tem que financiar a produção artística ou cultural. Estado tem que dar segurança, saúde e educação. E já é muito.

Ler 36 comentários