Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Agamenon: Creme e castigo

Para os senadores da CPIzza, Bolsonasno também cometeu crime de epidemia por ter infectado propositalmente seus seguidores com o vírus da burrice
Agamenon: Creme e castigo
Agamenon/O Antagonista

O relatório da CPIzza saiu e já está causando. O texto acusa o presidente Jair Bozonauro, entre outras coisas, de crimes contra a humanidade. Mas isso é uma injustiça: desde quando Bozo faz parte da humanidade? Para os senadores, Bolsonasno também cometeu crime de epidemia por ter infectado propositalmente seus seguidores com o vírus da burrice. Como se não bastassem esses sérios delitos, o relatório afirma que o Supremo Mandotário infringiu medidas sanitárias, por provocar aglomerações de manadas e não usar máscara. Mais uma vez, os senadores erraram, porque o presidente sempre foi o maior mascarado e, portanto, não pode ser responsabilizado pelos perdigotos que lançou nas multidões desavisadas que foram devidamente avisadas. Em sua defesa, Bolsonágua diz que cuspiu, sim, mas para diminuir a crise hídrica.

E não é apenas só isso: o relatório indica que Bolsonaba cometeu crimes de charlatanismo. Eu até entendo (com muita dificuldade, é claro) que o presidanto tenha seguidores fanáticos. O que eu não entendo é que alguém siga os conselhos médicos dele, um sujeito de poucas luzes, ainda mais agora com a crise de energia. A ciência, diante deste fenômeno neuroepidemiológico, agora quer estudar o que acontece no interior da mente dos bolsominions, se é que tem alguma coisa lá dentro… deve ser alguma espécie de tara ou atração sexual pelo histórico de pateta, quer dizer, histérico de atleta do miliciano palaciano.

Em sua fúria jurídica, os senadores acusam Bolsonada de prevaricação —o que é um verdadeiro absurdo, porque eu tenho certeza de que o presidente não sabe o que quer dizer prevaricação. O presidente Jair Bolsovac também foi condenado pelo crime de formação de família e por crime de irresponsabilidade. Inclusive, irresponsabilidade fiscal, porque já está pra sair o Auxílio-Reeleição, que vai distribuir dinheiro pra quem não tem o que comer e nem em quem votar.

O Brasil não é para amadores nem para profissionais. Eu, por exemplo, que exerço a profissão de jornalista marrom investigativo há mais de cem anos, mal consigo ficar em pé, nem mesmo com a dose de reforço da Pfizer. Como não sou débil mental, não posso arrumar nenhum emprego no governo. Por ser velho e idoso incurável, jamais serei convidado para participar da novela Verdades Secretas, que introduziu a introdução na TV brasileira. Acho que só existe uma solução para a minha penúria: cortar fora o meu bilau (que será usado numa sopa) e transformar-me no primeiro jornalista transgênico brasileiro. Quem sabe assim eu possa processar o comediante Dave Chapelle por transfobia e assim ganhar uma grana preta, quer dizer, uma grana afrodescendente.

Agamenon Mendes Pedreira é terrivelmente agnóstico.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO