Agamenon: HABEAS RABUS: A MISSÃO!

Telegram

Ao contrário da Constituição, o ministro Gilmar Mentes não se emenda. Não é que o Gilmar soltou mais uma vez o Jacob Barata da cadeia? Barata, o Rei dos Ônibus Sobre Rodas, generoso, já ofereceu instalar uma roleta na penitenciária de Benfica para facilitar a circulação dos apenados que vivem na aba do ministro Soltar Mendes.

Ainda não se sabe o porquê dessa obsessão do Juiz Tabajara em soltar Barata. Geralmente, quem libera Barata é a sua esposa, que dá expediente no escritório responsável pela defesa do Al Capone dos coletivos do Rio.

Línguas maldosas insinuam que Jacob & Gilmar, ânus atrás, formaram uma dupla sertaneja em Mato Grosso do Sul, estado natal do ministro. Os dois criaram o Sertanejo Judiciário (uma vertente piorada do Sertanejo Universitário) e costumavam se apresentar em feiras agropecuárias, inclusive ganhando vários prêmios de robustez, rusticidade e precocidade.

Talvez por essa relação pecúnio-pecuária, Gilmar e Jacob tenham o rabo preso. Um com o outro. Gilmar inclusive foi padrinho de casamento da filha do Jacob, e o seu cunhado é sócio do Barata numa firma de dedetização.

Segundo o meu personal psicoproctologista, o Dr. Jacintho Leite Aquino Rego, o ministro padece de meretíssima desinteria de fundo nervoso. Mais para o fundo que nervoso. Apavorado com o seu o quadro jurídico-patológico, o magistrado Gilmar não consegue controlar a processualística do seu esfíncter nem da Operação Lava-Jato, e acaba todo togado. Um vexame.

CANTE COM AGAMENON

(melodia de A Barata – grupo Só Pra Contrariar (a Opinião Pública)

Toda vez que eu chego em casa

o Barata dos transportes não tá mais em cana.

Toda vez que eu chego em casa

o Barata dos transportes não tá mais em cana.

Diz aí, Gilmar, o que você vai fazer?

– Vou mandar uma habeas corpus para ele escafeder!

Diz aí, Gilmar, o que você vai fazer?

– Vou mandar uma habeas corpus para ele escafeder!

O Gilmar escafedeu a Barata dele!

O Gilmar escafedeu a Barata dele!

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista togado

Com a decisão de Gilmar Mentes, as baratas resolveram processar as firmas de dedetização.

Comentários

  • Fabio -

    Em homenagem a Gilmar, o termo barata passou agora a se referir também a presos que não param na cadeia. E "abanar o rabo" para juiz que solta criminoso.

  • Jorge -

    ÂNUS ATRAS? OU "ANOS" QUEM ESCREVEU ESSE LIXO COM TANTOS ERROS DE PORTUGUÊS? Em matérias jornalística mesmo de forma proposital não se usa linguagem fora do idioma culto.

  • Roberto -

    Muito bom. Até as baratas aqui de casa se agaram de tanto rir e depois me pediram o telefone de um advogado.

Ler 15 comentários