Agamenon: "Hecatombe nuclear"

Depois de derrotar fragorosamente o Paraguai no século 19, o Brasil parte para novos desafios bélicos. A bola da vez é os Estados Unidos da América, um país que fica espremido entre o México e o Canadá.

De acordo com a sagaz análise geopolítica do nosso presidente Jair Trumpias Boçalnaro, “quando acaba a saliva, se usa a pólvora”, o que não é verdade, pois quando acaba a saliva é melhor usar a vaselina, o KY ou similar, mesmo porque a pólvora, além de ser uma invenção da China comunista, quando friccionada, pode entrar em combustão explosiva.

Na verdade, a invasão brasileira dos EUA já começou há muito tempo. Miami e a Disney já estão dominadas, assim como boa parte de Massachusetts.

Agentes secretos brasileiros foram infiltrados e, disfarçados de lavadores de prato e faxineiras, controlam restaurantes e lares americanos. Alguns já conquistaram postos chaves na política americana fritando hambúrguer.

O Estado Maior das Forças Armadas já está preparando a invasão ao território ianque, o código é Operação Golden Shower. Um exército de 14 milhões de desempregados brasileiros vai sair de ônibus na direção norte. O ministro Paulo Guedes já está providenciando Vale Transporte e Tíquete Refeição pra todo mundo. As forças brasileiras ficarão acantonadas na fronteira entre os Estados Unidos e o México aguardando o visto. Previdentes, nossos militares não querem que nenhum soldado brasileiro seja expulso por tentar entrar ilegalmente em território americano.

Essa guerra contra os EUA o Brasil já ganhou de barbada. As milícias e as facções já estão discutindo como vão dividir Nova York e explorar as máquinas de caça-níquel, gatonet e bujão de gás na comunidade dos Hamptons.

Se tentarem reagir ao nosso ataque, os americanos vão se dar mal invadindo o Brasil. Por aqui já está tudo destruído, eles não vão ter o que fazer. E tem mais: o nosso ministro-astronauta confidenciou em entrevista coletiva que o Brasil tem mais de mil ogivas carregadas de cloroquina apontadas para as principais cidades americanas.

Uma tropa de choque de deputados e senadores do Centrão vai invadir o Congresso Americano corrompendo todo o parlamento americano em quinze minutos. Gilmar Mendes, Lewandowski e Dias Toffoli já se alistaram para cair de paraquedas na Suprema Corte americana. Munidos de pareceres, liminares, votos enigmáticos e habeas corpus preventivos, vão desmoralizar definitivamente a Justiça americana.

Cercado na Casa Branca por tropas de milicianos, PCC, Comando Vermelho, ADA e Terceiro Comando, o presidente John Baiden vai pedir arrego depois de três dias ininterruptos de baile funk.

Mesmo sem falar uma palavra de inglês, Napoleão Bolssonauro, o Maricas, vai virar imperador dos Estados Unidos da América e do Brasil.

Agamenon Mendes Pedreira é maricas concursado.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 79 comentários
TOPO