ACESSE

Ancine sem dinheiro

Telegram

A Ancine informou que não tem recursos para pagar vários projetos que já estavam contratados por meio de editais públicos em anos anteriores.

Em nota, a agência diz que enfrenta “insuficiência de recursos financeiros para o cumprimento dos compromissos de investimento assumidos pelo Fundo Setorial do Audiovisual” e “insuficiência de recursos para o custeio de obrigações assumidas com os agentes financeiros do Fundo e relativas aos investimentos compromissados pelo FSA”.

Como O Antagonista noticiou no fim de maio, a Ancine descobriu ter um déficit de R$ 650 milhões em investimentos assumidos pelo FSA até o fim de 2018.

Um levantamento feito pela agência revelou que o desequilíbrio fiscal se intensificou entre 2011 e 2015. Segundo fontes ligadas ao órgão, o rombo foi gerado pela má gestão da Ancine, que teria cometido “pedaladas” ao usar saldos remanescentes para lançar novas ações.

Outro problema identificado foi uma dívida de R$ 30 milhões com agentes financeiros do FSA, como o BNDES – fato que, na prática, limita a publicação de novos contratos e editais.

Ainda segundo o comunicado da Ancine, “a totalidade dos recursos para pagamento de agentes financeiros se encontra comprometida com obrigações anteriores” e, mesmo se consideradas as disponibilidades financeiras para 2019 e 2020, “o valor seria insuficiente para a contratação do total de investimentos em projetos anunciados, restando ainda um saldo negativo de R$ 3,6 milhões”.

Leia mais: Combo O ANTAGONISTA+ CRUSOÉ: assine e GANHE o ebook 'Guia Politicamente Incorreto da América Latina'

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 10 comentários