ACESSE

Associações lançam manifesto em defesa da Cinemateca

Telegram

Associações ligadas ao setor audiovisual lançaram nesta quinta-feira (4), durante protesto, um manifesto em defesa da Cinemateca.

No texto, os grupos criticam o governo federal, que parou de fazer repasses para a Associação Roquette Pinto (Acerp), responsável pela gestão da Cinemateca.

Como mostramos, a dívida do governo com a Acerp já soma R$ 11 milhões. Sem dinheiro, a Cinemateca corre risco de sofrer um apagão.

“Um eventual apagão elétrico será desastroso, pois atingirá a climatização das salas onde estão arquivados verdadeiros tesouros de seu acervo histórico. Sem refrigeração e inspeção constante, os filmes em nitrato de celulose ficarão expostos ao tempo e podem entrar em autocombustão como já ocorreu em 2016”, diz trecho do documento.

 

Leia também: EXCLUSIVO: MORO ATACA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 7 comentários