Chico Buarque — ou tortura nunca mais

O Globo noticia que houve confusão na sessão de ontem do espetáculo “Todos os musicais de Chico Buarque em 90 minutos”, em Belo Horizonte, depois que o ator e diretor Cláudio Botelho chamou, no palco, Dilma Rousseff e Lula de “ladrões”.

Parte do público, segundo o jornal, reagiu com gritos de “Viva, Chico!”e “Não vai ter golpe!”. Ao que Cláudio Botelho respondeu: “Ah, não vai ter golpe, então vamos continuar o espetáculo e depois vamos ver se vai ou não ter golpe”.

A tortura de 90 minutos foi, então, interrompida.

Tortura nunca mais.

Faça o primeiro comentário