Cotado como vice de Covas, secretário de Cultura de São Paulo critica Regina Duarte

Um dos nomes especulados como possível candidato a vice-prefeito na chapa do tucano Bruno Covas, o secretário municipal de Cultura de São Paulo, Alê Youssef, criticou Regina Duarte.

Em entrevista ao Fantástico, no último domingo, a secretária especial da Cultura do governo de Jair Bolsonaro rechaçou o uso de recursos públicos para financiar projetos culturais voltados às minorias.

“Existe um ataque à cultura em âmbito nacional. O Bloco de Cultura [movimento político em defesa da cultura que deve ser lançado em breve] reage às falas absolutamente lamentáveis da secretária especial da Cultura, nas quais ela praticamente institucionalizou a censura ao dizer que os projetos artísticos das minorias não podem ser apoiados por recursos públicos e que eles têm que buscar o setor privado”, disse Youssef à Folha.

Leia também: Central de espionagem no Planalto?

Convidado para se filiar ao Cidadania, o secretário de Cultura de São Paulo deve aceitar o convite e estuda a possibilidade de ser vice de Covas, que tentará a reeleição.

“O convite do Cidadania fortalece o objetivo do grupo, que é montar um movimento nacional em defesa da cultura. O movimento é para colocar a cultura no eixo central de desenvolvimento econômico e social do Brasil. Para isso, agentes da cultura devem ocupar espaços de centralidade na política.”

Além de Youssef, são especulados como possíveis candidatos a vice na chapa liderada por Covas o deputado Celso Russomanno (Republicanos) e o apresentador José Luiz Datena (MDB).

Comentários

  • Isabel -

    Parece um discurso sectarista, já visando à antiga tática de formar curral eleitoral. Deixem a Regina Duarte trabalhar, bando de chatos inúteis!

  • Nuruara -

    É só falar em não privilegiar minorias que o chumbo vem grosso! Se livrem dessa merdalha Paulistas !

  • Marcelo -

    Um natimorto ideológico

Ler 34 comentários