Dilma, a limitada, e Marta, sem limites

O Estadão publica que Marta Suplicy “enviou à Controladoria-Geral da União (CGU) documentos sobre supostas irregularidades em parcerias de R$ 105 milhões, firmadas pela pasta na gestão de Juca Ferreira, com uma entidade que presta serviços à Cinemateca Brasileira”.

Muito se pergunta sobre os verdadeiros motivos que teriam levado Marta Suplicy a denunciar seus colegas de partido, como Juca Ferreira, o “inimigo” Aloizio Mercadante e a “limitada” Dilma Rousseff. O que se deve perguntar, neste momento, é outra coisa: Juca Ferreira cometeu essas irregularidades? Ele pode explicar o destino dos R$ 105 milhões? A “limitada” Dilma Rousseff vai deixá-lo assumir o Ministério da Cultura antes que ele preste contas à CGU? 

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200