‘Tô fazendo tudo certinho, mãe’

Um grampo da Operação Boca Livre, feita pela PF em parceria com a Procuradoria da República, captou o diálogo entre um acusado de fraudar a Lei Rouanet e sua mãe (dele).

Bruno Amorim é filho do fundador do Grupo Bellini Cultural, o principal alvo da Boca Livre. Ana Lúcia, a mãe do executivo, também é ligada ao grupo.

No trecho do diálogo publicado por Fausto Macedo (reproduzido abaixo), Bruno admite que seu método não é “100% correto”, mas alega que “todo mundo faz”.

Bruno Amorim — (…) O que eu faço, na verdade, não é 100% correto, entendeu? É tipo… eu cumpro a lei, mas não poderia tá fazendo o que eu faço.

Ana Lúcia — Por quê?

Bruno — Porque não, mãe. Sei lá, é complicado.

Ana Lúcia — Não é Lei Rouanet?

Bruno — Não, é Lei Rouanet, mas não é 100%. Ah, depois eu te explico. Mas não é 100% correto.

Ana Lúcia — Mas, filho, se não é 100%…

Bruno — Todo mundo faz, todo mundo faz.

Ana Lúcia — É, filho, mas isso implica em quê?

Bruno — Não, não implica em nada, mãe. Eu tô dando, tipo, as contrapartidas sociais, plano do projeto…

Ana Lúcia — Tá o quê?

Bruno — Tô fazendo tudo certinho.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 51 comentários
  1. Este é o típico conceito de “tudo certinho” incutido por este destruidor dos princípios em qualquer cidadão, “Luís Inácio Lula da Silva” conseguiu fazer com que tudo de errado, “bem feitinho” se torna certo…..CANALHA, 1000 VEZES CANALHA – BOLSONARO2018

  2. Acabei de descobrir que (praticamente) todo lugar onde há financiamento da lei Rouanet tem esquema. Na minha cidade, Patos de Minas/MG, cidade com aproximadamente 180 mil habitantes, onde acabará de ocorrer um evento financiado pela lei, tomei conhecimento que o grupo organizador do evento (pessoal da esquerda, pra variar) recebe cerca 300 mil reais (valor referente ao ano passado) para a realização do evento. Dos 5 mil reais destinados para cada banda tocar no evento, são repassados somente 600 reais, tendo as bandas que assinar um recibo falso como que recebendo o valor integral combinado. O que fazem com o dinheiro? Só Deus (e os envolvidos no esquema) sabe.

  3. É para que serve a lei Rouanet, para bancar as mordomias dos tais intelectuais e artistas velhacos. Essa aberração denominada lei Rouanet, a prostituta de todas prostitutas a serviço dos bacanas de Ipanema como Caetano Veloso, Wagner Moura, Preta Gil, Gilberto Gil, Letícia Sabatella, Chico Buarque entre outros canalhas que mantém suas mordomias as custas do erário público sob o pretexto de fazer Cultura. Aliás, o atual governo já deveria ter acabado com o ministério da cultura logo acabaria também com as mamatas com nossos impostos.

  4. Tem que extinguir essa mamata. Podem dizer o que quiserem, mas é só dinheiro jogado fora. Esporte e cultura sempre foram meio para distribuir dinheiro politicamente, sem responsabilidade. Basta verificar como funcionam as secretarias estaduais e municipais e o ministério.

  5. Acredito no delinquente, quando diz: ” Todo mundo faz, todo mundo faz.”, o primeiro e, ainda, o mais imperdoável dos erros que o Temer cometeu, foi não ter terminado de vez com o ministério da cultura.
    A lei Rouanet e a lei da ANVISA são indecentes e lesam o povo brasileiro, devem ser modificadas ou, se possível, serem revogadas sem substituição.

  6. Pensei que somente a esquerda era bandida, pelo visto os sonegadores anti-esquerda são mais bandidos ainda. 80 milhões na Roubanet ?

    http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2017/11/mpf-denuncia-suspeitos-de-usar-verba-da-lei-rouanet-para-pagar-casamento-em-jurere-internacional-e-outras-festas-particulares-9986567.html

  7. O pior de toda essa história é que por conta da cultura (?) vale tudo. É preciso surgir alguém, com coragem e determinação, para mudar muita coisa nesse país do contrário, é um refém do outro e por aí afora e a corrupção correndo como uma enxurrada, pior do que o rejeito de minério de Mariana para o mar dos poderosos.

  8. Para toda Lei existem os fora-da-lei. A Rouanet é uma Lei muito boa e só precisa de um ajuste nas prerrogativas das empresas. Estão demonizando a melhor Lei de incentivo que o país já teve. Se sair a Rouanet com certeza entra outra no lugar. A arte sempre dependeu de um mecenas. Não é um defeito, apenas uma característica peculiar da atividade.

    1. Mentira sua.
      A arte é um produto como qualquer outro. Se você só faz merd@, passa fome.
      É uma atividade com os mesmos riscos que qualquer outra.
      Por que deve ter apoio do governo?

    2. Mecenas é alguém da iniciativa privada que se interessa por arte e financia artistas seja por benevolência, gosto pessoal, erudição, visão empresarial etc. Uma característica, entretanto, é necessária e fundamental: que seja por sua conta e risco, seu próprio dinheirinho suado, sua imagem, seu retorno (e dos artistas beneficiados) e não o dinheiro suado dos outros que não foram consultados quanto a abdicarem da destinação correta dos seus impostos (tampouco que outrem direcione os seus próprios impostos retirando do bolo que serviria ao bem comum), muito menos consultados quanto a quem, o que e quanto receberá de incentivo. Temos de voltar à normalidade e nos proteger da confusão endêmica brasileira entre mecenato e mercenário sepultando de vez o portal aberto para a pilantragem.

  9. Essa MALDITA LEI ROUANET que dá dinheiro suado do trabalhador para esses VAGABUNDOS.
    Queria ver se não tivesse essa MALDITA LEI se teríamos tantos VAGABUNDOS EMPENHADOS em eleger esses Corruptos como LULA e DILMA que encheu os bolsos desses sem vegonhas com dinheiro suado e EXTORQUIDO de NOSSOS IMPOSTOS.

  10. A última da cena “artística” é o russo que “cobre a folga” da múmia do Lênin. O cabra deve ter descolado uma bolsa de 1 ano para “desenvolver um projeto”. Ao fim do prazo, simplesmente tira a roupa, deita-se sobre uma mesa e pronto: eis o resultado de sua “elaboração artística”. Como se vê, o improviso não é exclusividade do Brasil.
    https://oglobo.globo.com/cultura/artes-visuais/artista-russo-fara-performance-como-lenin-nu-em-sao-paulo-21991395

    1. É isso aí. Algumas centenas de milhares de bandidos que não são punidos adequadamente pastoreiam duzentos milhões de cidadãos de bem feitos de gado. Eles – vagabundos – mesmos fazem as leis que lhes garante roubar, usufruir do roubo, garantir o roubo, leniência do Estado –
      Ladrão quando fundarem empresa capacitada ao roubo (expertise no negócio), receber auxílio quando flagrados e a garantia de que não terão de trabalhar para ressarcir o prejuízo, tampouco sobreviver na cadeia.

  11. Ah! Mãe. Sabe como é, se eu fosse estudar e trabalhar, teria de dar um duro danado, acordar cedo,
    aturar patrão chato, cumprir horário todos os dias e ia demorar anos para comprar aquele carro descolado que eu sempre quis. Meus amigos vagabundos me deram o caminho das pedras e eu só tive que fazer militância de esquerda, inventar algo doido para fingir que é arte e arrumar uns caras para ficarem peladões e meter o dedo lá, lá mesmo, uns nos outros na frente da plateia. Veja só, todo mundo faz e sempre deu certo. Não precisa ter bilheteria, o espetáculo é grátis, contrapartida social, mas a gente cria e justifica os custos com outros colegas da militância, tudo gente boa, um apoia o outro. No final, a gente tá é metendo o dedo no fiofó do pagador de impostos mas dane-se…

    1. Concordo com voce 100% , disse tudo ………….honesto , correto, é taxado de retardado ,otario , imbecil , e burroooooooooooooooo

  12. KKKKKKK já dona cano,não viu mal algum naquela nariguda escrota pegar milhões da Lei Roubanete para ler “poemas” com aquela voz de macho gripado!!!!!!Essa daí coitada,parece ser decente!!!!EXISTEM MÃES,e mães

  13. Em Curitiba há uma galeria de arte de vive desses trambiques na Lei Rouanet, o marido da dona da galeria de arte é advogado tributarista, têm um esquema com patrocinadores, virou um círculo vicioso. É esquema com o mercado de arte e escritório jurídico. Aliás, que tal a Receita Federal chegar junto nessas Galeria de Arte, aquilo é fachada para desvios. Mamata. Contrapartida Social é a maracutaia da maracutaia – é tudo para justificar grandes desvios.

    1. A Receita Federal é SELETIVA e comprometida com o crime organizado. Busca sempre ferrar o cidadão de bem, e é completamente “CEGA” aos atos dos criminosos do colarinho branco, políticos em geral, ainda mais dos mais poderosos. A Receita Federal é uma VERGONHA NACIONAL! Receita Federal e Polícia Federal são OPOSTOS!

    2. Pode colocar o TJ de SP nesse balaio. Chovem denúncias de corrupção de juízes e desembargadores por esquemas de favorecimento a bancos e seguradoras.

  14. Tô colando na prova, mãe, mas todo mundo cola. Na minha escola, que é alternativa, se não passar de ano, faz um trabalho, vai para o conselho de classe e aí passa. Dá-se um jeito. Um jeitinho.