Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Fuja do livro recomendado por Karnal

Leandro Karnal, no Estadão, diz que, com a crise das livrarias, ler é “uma ato de resistência”. E recomenda uma série de livros.

Entre eles, “Como as Democracias Morrem, de Steven Levitsky e Daniel Ziblatt. Um best-seller necessário para os dias atuais. Os autores apresentam os norte-americanos diante da ascensão (para muitos, inexplicável) de Donald Trump, analisam a política antidemocrática desde o nazi-fascismo nos anos 1920 e 1930, passam pelos governos militares na América Latina e chegam ao atualíssimo avanço da extrema direita na Europa. Nesse voo, Levitsky e Ziblatt percebem que as democracias, frágeis e necessárias como sempre, não morrem mais em tomadas de poder, nas mãos de ditadores com porretes nas mãos, mas sim em… eleições. Daí por diante, o que eu disser será spoiler. Corra para ler!”

Fuja. É uma idiotice.

Eu, Mario, já escrevi sobre esse livro na Crusoé:

Como as Democracias Morrem é uma porcaria de livro

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO