MPF abre inquérito para apurar suposta censura em edital da Ancine

O MPF no Rio abriu inquérito para apurar o veto a projetos audiovisuais com temática LGBT em um edital lançado no ano passado com o objetivo de selecionar séries para emissoras públicas de TV, informa a Jovem Pan.

O processo de seleção, que já estava na fase final, foi suspenso pelo Ministério da Cidadania –o governo federal teria vetado três das produções selecionadas, todas com temas LGBT.

Segundo o MPF, se confirmadas as informações, “tal ameaça ou discriminação pode importar em inobservância das regras editalícias, de caráter vinculante para a administração pública, bem como em discriminação constitucional vedada”.

Comentários

  • denise -

    país de m, com um MP não precisa de mais nada pra se acabar....

  • Luiz -

    O que falta para acabar com a Ancine? Por que o Governo precisa de uma agência de cinema? Se querem fazer filmes, sejam ou não LGBT, tirem o dinheiro do próprio bolso. Apostem nas bilheterias.

  • JOEL -

    Fecha logo essa potroca! Quem disse que o Estado tem que ter uma agência de cinema?

Ler 41 comentários