O Carnaval da Rouanet

Ancelmo Gois informa que a Dream Factory, que organizou o carnaval de rua do Rio nos últimos oito anos, está criando o Fundo de Apoio aos Blocos.

“A produtora acaba de aprovar, no MinC, um projeto para captar R$ 10 milhões, via Lei Rouanet. A grana beneficiará mais de 70 blocos do Rio, incluindo o Cordão da Bola Preta.”

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Por favor, o nome do tradicional bloco é Cordão DO Bola Preta. É uma referência ao Clube DO Bola Preta. Parece bobagem, mas é um bloco tradicional, cujo nome as novas gerações estão deturpando. Já que o Carnaval é elevado ao nível de atividade cultural, vamos resguardar a memória cultural…

Ler mais 50 comentários
  1. Por favor, o nome do tradicional bloco é Cordão DO Bola Preta. É uma referência ao Clube DO Bola Preta. Parece bobagem, mas é um bloco tradicional, cujo nome as novas gerações estão deturpando. Já que o Carnaval é elevado ao nível de atividade cultural, vamos resguardar a memória cultural…

  2. Os paulistas do antagonista podiam disfarçar a implicam o RJ e tb noticiar q o Alckmin e Serra foram citados na lava jato. E sobre carnaval deveriam mostrar q as escolas de samba de SP tb receberam $$$ do mesmo modo q crítica o q ocorre no RJ. Hipócritas.

  3. Dream Factory ???
    Roberta Medina é uma empresária e produtora de eventos brasileira, residente em Lisboa, Portugal desde 2003. Filha de Roberto Medina, o criador do Rock in Rio, é responsável pela realização do Rock in Rio em Lisboa e Madrid.
    .
    https://www.consultasocio.com/q/sa/roberta-medina

    1. Saraiva SA – CVM É BOAZINHA COM A SARAIVA
      .
      CVM suspende processo contra diretor da Saraiva após pagamento de multa –

  4. A grana é minha, o lucro é a diversão são deles! Grana estatal, lucro privado!
    Rio de Janeiro com 50% da frota da PM parada na garagem porque não tem grana pra trocar pneu ou encher o tanque de gasolina!
    Quem aprovar essa excrescência é um bandido! Um vagabundo que certamente vai levar uma comissão de 10% pelo menos no bolso!

  5. Excelente iniciativa, pois é assim que se preserva e se mantém as tradições populares. Podem chorar e estrebuchar, mas cultura é item essencial em qualquer sociedade, é memória! Mesmo que meia dúzia de espinhentos se arvorem no direito de censurar exposições, a cultura nunca será arruinada por essa gentinha. Carnaval mostra a alegria do povo em todo o seu esplendor e deve ser patrocinado por nós sim! Azar de quem tem uma vida infeliz e não sabe o que é alegria!
    LULA 2018

  6. Dignidade? sensibilidade é coisa que não tem. Ivete quando perguntada por que precisou dos incentivos monetários para seus shows exclamou: https://www.youtube.com/watch?v=pLVn56dDqHM
    os restantes artistas mamam em bloco, daqueles do tamanho do da preta Gil,…

  7. Dignidade? sensibilidade é coisa que não tem. Ivete quando perguntada por que precisou dos incentivos monetários para seus shows exclamou: https://www.youtube.com/watch?v=pLVn56dDqHM
    os restantes artistas mamam em bloco, daqueles do tamanho do da preta Gil,…

  8. pergunta, onde está o MPE do Rio de Janeiro que não investiga a licitação da Dream Factory a exemplo de São Paulo?
    http://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/2017/11/29/dream-factory-se-defende-de-acusacao-de-favorecimento-no-carnaval.html

  9. A prefeitura de São Paulo é alvo de uma ação do Ministério Público Estadual (MPE) por suposta prática de improbidade administrativa. O motivo do processo seria o favorecimento da agência Dream Factory no processo que selecionou a empresa responsável pela realização do carnaval de rua da cidade de São Paulo, neste ano.
    http://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/2017/11/29/dream-factory-se-defende-de-acusacao-de-favorecimento-no-carnaval.html

  10. No fundo todo mundo sabe que isso só serve para desviar dinheiro público, antigamente os blocos e o carnaval eram espontâneos, principalmente os de rua, agora virou um grande negócio cheio de interesses escusos, com dinheiro público lógico.

  11. SE ISSO OCORRE UMA COISA EU QUERO SABER: TEM DINHEIRO PARA CARNAVAL E NAO TEM PARA HOSPITAIS? HÁ QUE USAR O DINHEIRO NAQUEILO QUE É NECESSARIO E NAO O SUPERFULO,CULTURA É SUPERFULO.
    PESSOAL DA CULTURA “ADORA2 DEMOCRACIA,MAS GOSTAM DO PIRAOD ELES PRIMEIRO.
    DEPOIS VAI PARA AS PAGINAS DO GLOBO DDIZER QUE O PREFEITO QUE NAO É COLOCADO POR ELES ESTÁ GASTANDO MAL E NAO S ABE ADMINISTRAR. ESSA GENTALHA VALE O QUE PESA REALMENTE

  12. Tudo o que acontece em baixo, é permitido em cima. Com este governo comunista, favorecem-se aqueles que fazem propaganda a troco de dinheiro e favores. Eles protegem os seus, aqueles que são da Goebbels productions corporation, este regime socialista nazista que não se importa que há gente idosa morrendo nas filas dos hospitais. Carnaval para eles é Blocão na Rua para distrair os trouxas, incautos, vendidos e vendilhões, assim ganham bem e vão gastar a grana em Paris, Londres ou NY mas quando a graninha acaba vão morar em Portugal. Cuba?Venezuela? Coreia da MOrte? Nem pensar, estes locais são o cirquinho , a jaulinha onde ganham seu dinheiro maldito á custa dos mortos e da escravidão.

  13. Isso é coisa de Psol. Tudo metido com cuRtura, Lei Rouanet, dinheiro fácil é coisa de psolitsas, Leal, Lavigne, Veloso, e toda esta gente que vive num mundo imaginário. Artistas, que vivem trocando de personalidades em peças e filmes e novelas, perderam a individualidade e são presas fáceis, daqueles que lhes pagam bem. Perderam a sensibilidade.
    Tantas prioridades neste Brasil, lixo, falta de saneamento, lagoas e rios entupidos de esfgoto, No Rio, e esta gente acéfala só pensa naquilo.

  14. Ontem assisti no RJTV, uma senhora que estava na porta de um hospital, implorando para alguém fazer a transferência do seu marido para outro hospital. Uma verdadeira humilhação que aquela pobre senhora estava passando. Os responsáveis pela situação do Rio de Janeiro tem que morrer. Não vejo outra solução.

  15. Não se vê nenhuma entidade, instituicão nem nada se mexer para arrecadar algum dinheiro para sanar parte das mazelas da cidade e da sociedade.
    Agora para gastar dinheiro público com festerê vagabundo e patuscada de malandro, aí sempre tem.
    Nunca falta vontade nem empenho para torrar dinheiro público em baboseiras efêmeras.

  16. Pão e circo!
    Os hospitais sem maca, sem remédios, sem médicos. Clinicas da família em péssimas condições. Violência urbana famigerada pela guerrilha do tráfico. E os cabeças de pulga requerem um troco para carnaval….
    A mediocridade cresceu como erva daninha neste fim de ciclo. Os disfuncionais desequilibrados tomaram voz e mando. A Anarquia e a pretensão destes soam como sonoros flatus, rompantes e pútridos de suas rotundas bocas.O cérebro emana aquilo que a doutrina nutre e arotam pela boca os flatus temerários e inconsequentes. depois se dizem ” intelectuais”, Teólogos, socialistas, gente medíocre, esta é sua última chance nesta vida de consertar os eros passados e continuam a cometer as mesmas sandices. Esperem pra ver.

  17. Não há como dizer que o espírito da Lei Rouanet é bom; entretanto, em meio à cultura do “bom malandro brasileiro” ela tem sido deturpada e servido à corrupção e ao paternalismo estatal a artistas ricos e famosos. Na verdade, em meio e este tipo de cultura amoral, qualquer lei é deturpada; por isto que o país tem farta legislação que só é superada pela malandragem. “Fazer leis é fácil, difícil é governar” (Tolstói)

    1. Fino, por favor, não generalize. A maior parte dos cariocas foge do Carnaval, indo para a região dos Lagos, ou para a Região Serrana. Carnaval é para espertos e otários, que tem em todo lugar. São Paulo já tem até o seu Sambódromo!

    2. Porque simplesmente paulista só consegue enxergar os podres no vizinho. Cadê q comentam da fraude no carnaval de Rua de SP? Ou batem nos políticos paulistas envolvidos na lavagem jato? Sequer comentam. Hipócritas

  18. Tem pessoas que acham que o financiador da Lei Rouanet é o empresário brasileiro… Concordo. Mas a que custo? Abatimento nos Os apoiadores do PT devem esforcar-se e esclarecer os companheiros que as políticas inconsequentes de seu partido os deixaram mais pobres. Além disso terão que contribuir também para cobrir os prejuízos nos cofres públicos… Se pensam que não pagarão nada, estão muito mal informados: na gasolina, na compra do mercado, na farmácia, até no papel higiênico, há imposto imbutido que vai para o gover ou seja, menos arrecadação para o governo e menos dinheiro para ser aplicado nos servicos públicos… Em uma palavra: nosso dinheiro para financiar pessoas rebolando na avenida enquanto outras morrendo por falta dele. Triste realidade…
    MAIS RESPONSABILIDADE…
    MAIS BRASIL!

    1. Caio, respeito a sua opinião, mas veja bem. Os 1.400 projetos aprovados para captação de recursos perfazem no total, cerca de 200 milhões de reais e vai ser revertido, em grande parte, para o incentivo da cultura popular. Agora, e os 1,7 bilhões aprovados para campanhas políticas em 2018 e que o senador Romero Jucá já disse que irá dobrar, porque esta verba não dará para bancar as milionárias campanhas. Temos sim, muitos problemas no Brasil, mas temos de atacar primeiros os maiores e eles são representados pelos políticos e não pelos produtores culturais. Mais uma coisa: eu não sou produtor cultural. Sou escritor e meus livros não são bancados com verba da Lei Rouanet, mas da minha editora. E o próximo estará nas bancas a partir do dia 9 de janeiro. “Nome aos Bois”.

  19. Esse é o socialismo dos artistas!! Não é, preta e Gilberto Gil??? Enquanto milhares morrem nos hospitais , nas estradas e nas ruas por falta de investimentos vcs gastam nosso dinheiro no carnaval!!!’ Somos burros mesmo!!

  20. O contribuinte pagando a conta dessa z*na novamente.
    As marcas de bebidas poderiam bancar esses blocos, já que estão entre as empresas que mais faturam com o Carnaval de rua do Rio.

  21. Mas que coisa boa né?
    Muita mulher pelada , muito funk, Anita a malandra mostrando a muxibada e muitos fogos!!
    Falando em fogo quem se lembra de Janauba — MG em que morreram nove crianças e a professora Heley Abreu Batista, de 43 anos, que perdeu a vida tentando salvar os seus alunos?
    O Brasil está apodrecido !!

  22. É preciso que a mídia entenda o papel da Lei Rouanet e pare de trabalhar contra. Primeiro, o governo determina um teto para captação e quem paga a conta são os empresários, com abatimento em imposto a pagar. Segundo, o que é preciso cobrar é fiscalização e denúncia de má aplicação do dinheiro e não trabalhar contra a produção cultural que num país de população pobre como o Brasil é preciso, sim, que a cultura seja incentivada com verbas da iniciativa privada. Imagina se o Brasil iria ter condição de produzir algum filme pensando apenas no retorno com bilheteria. Ninguém aventuraria a isto. Grandes shows musicais nunca seria viável se dependesse de bilheteria, porque o ingresso deveria ter um preço absurdo para pagar tudo e dar lucro. Portanto, é preciso parar com esta implicância.

    1. Mas que burrice. Ora, os impostos perdoados das empresas pela Lei Rouanet são os mesmos impostos que seriam aplicados em saúde, educação e segurança, o básico para uma sociedade viver decentemente. Calcule quanto de impostos são perdoados em um ano para shows de Claudia Leite, Ivete Sangalo, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque, Cantores sertanejos, Virada Paulista, Blocos de Carnaval, Escolas de Samba… e que poderiam ser aplicados nas necessidades básicas do povo pobre desse Bananão. Saiba que esses mesmos ditos artistas que vivem dessas benesses cobram ingressos absurdamente caros para os padrões brasileiros para que as pessoas assistam seus shows, ou seja, eles sempre ganham, e muito, e não dão nada em troca, a não ser fazer proselitismo político-ideológico para os chegados.

    2. Quem paga conta é o empresário, com abatimento de impostos? Então quem paga conta é quem paga impostos….. Se uma atividade econômica precisa do Governo então não se sustenta…. O Governo deveria pegar essa grana que empresários e artistas se locupletam e investir em escolas de arte e música no interior do país. Investir em crianças, não em festas populares de cidades como o Rio, Salvador, Recife, etc….. Não em filmes duvidosos que defendem linhas políticas. Quem quiser que banque com dinheiro próprio ou de empresários de fato preocupados com a causa da cultura.

    3. Vc deve ter fumado alguma coisa estragada. Quer dizer que quem paga a conta são os empresários que abatem o valor dos impostos a pagar ? É melhor vc verificar op que está fumando. PQP !

    4. Imagino que você esteja sendo irônico. Mas o mais doido nesse argumento é que a sociedade não conseguiria bancar eventos musicais e cinema por conta própria, mas conseguiria bancar ALÉM DISSO todo um aparato estatal para “organizar” tudo isso. Não só em cultura, música e cinema, mas praticamente tudo. Para não falar que , ALÉM dos impostos que pagamos serem utilizados para bancar essa burocracia toda, muitas vezes ainda temos que pagar os ingressos! É completamente irracional.