O odiojornalista Diogo Mainardi

O antagonista Diogo Mainardi ignorava a existência de Ivana Bentes até meia hora atrás, quando leu que o ministro Juca Ferreira, aquele dos R$ 105 milhões, nomeou-a para a Secretaria da Diversidade Cultural.

Ao googlar o nome de Ivana Bentes, Diogo Mainardi descobriu que, durante a campanha presidencial, ela o acusou de praticar o “odiojornalismo”. Estupidamente, Diogo Mainardi sempre imaginara que “diversidade cultural”, no Brasil, fosse representada por aqueles que leram meia dúzia de livros (conhecidos, na UERJ, como “aquelesquelerammeiadúziadelivros”). Ao googlar o nome de Ivana Bentes, o antagonista descobriu que estava redondamente enganado.  

Faça o primeiro comentário