ACESSE

Olavo defende Regina e critica Maitê Proença

Telegram

Apesar de Regina Duarte ter dito, na entrevista à CNN, que não lia mais Olavo de Carvalho porque ele “falava muito palavrão”, o guru do bolsonarismo defendeu a secretária especial da Cultura em meio à polêmica envolvendo a atriz e sua colega Maitê Proença.

Regina não gostou da exibição, pela emissora, de um vídeo em que Maitê a criticava por não ter se manifestado publicamente após as mortes de Aldir Blanc, Flávio Migliaccio, Moraes Moreira e Rubem Fonseca — e encerrou a entrevista (assista aqui). Pouco depois, Maitê falou sobre o episódio.

“A Maitê Proença, como, aliás, todos os esquerdistas, acredita que uma funcionária pública nomeada tem mais deveres para com a classe social da qual emergiu do que para com o povo que paga o seu salário. O que um comunista chama de moral e ética é o que a humanidade normal chama de perversão psicopática”, escreveu Olavo no Facebook.

E ainda:

“Maitê, a Regina não tem obrigação NENHUMA para com uma classe que sempre viveu de dinheiro público. Ela tem para com os milhões de brasileiros que pagam o salário dela e o de toda essa maldita classe de vampiros.”

Ao que parece, Regina Duarte pode ficar mais tranquila. Ganhou uma sobrevida no cargo.

Foto: Reprodução/Redes sociais

Leia também: Por que Bolsonaro quer a PF do Rio? (a tentativa 'escandalosa')

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 54 comentários