ACESSE

PF conclui inquérito e descarta incêndio criminoso no Museu Nacional

Telegram

A Polícia Federal encerrou o inquérito sobre o incêndio que destruiu grande parte do acervo do Museu Nacional, em 2018, no Rio.

Segundo o laudo pericial, o incêndio não foi criminoso, e os gestores do museu não tiveram “conduta omissa” no caso.

De acordo com a perícia, o fogo começou em um auditório do 1º andar, próximo da entrada principal do museu, e teve origem, provavelmente, a partir de um dos aparelhos de ar condicionado que ficava no local.

O incêndio no Museu Nacional ocorreu no dia 2 de setembro de 2018. Grande parte do acervo, de cerca de 20 milhões de itens, foi totalmente destruída.

Segundo a investigação, o Corpo de Bombeiros esteve no prédio para uma vistoria em 2015, que não foi concluída. Um oficial da corporação que não finalizou o trabalho foi punido administrativamente.

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários