Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

A rede social bolsonarista em 2022

A rede social bolsonarista em 2022
Foto: Reprodução, Facebook

Jair Bolsonaro chegou a 1 milhão de seguidores no Telegram no mesmo dia em que o Twitter, por ordem judicial, suspendeu as páginas de Allan dos Santos.

Em 2018, o sociopata elegeu-se com as redes sociais, mas agora, para tentar se reeleger, ele pode contar com uma montanha de dinheiro público: do coronavoucher, da propaganda estatal, das verbas de publicidade destinadas a rádios e TVs ordinárias, dos palanques de obras, dos patrocínios da Caixa e do fundo do PP. Jair Bolsonaro está pronto para sacrificar aquela gente tosca e investigada pela PF, como Allan dos Santos, e mendigar os likes de Arthur Lira e Ciro Nogueira, que tiveram seus processos lavados pelo STF.

Vai sobrar apenas o circo do Telegram, para a diversão de seus aloprados.

Mais notícias
TOPO