Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mais um motivo para mais uma troca

Mais um motivo para mais uma troca
Foto: Assembleia Legislativa de São Paulo

O diretor-geral da PF, Paulo Gustavo Maiurino, “está pela bola sete”, segundo o Estadão.

“Ele é próximo de Dias Toffoli, o que contou para sua nomeação. No Palácio do Planalto, porém, a avaliação é de que ele não entrega o que é esperado”.

Sergio Moro explicou exatamente o que Jair Bolsonaro esperava da PF: a blindagem total de seus filhos e de seus comparsas.

E o Supremo de Dias Toffoli, em vez de processar o presidente golpista, foi comer pizza com ele e passou a perseguir o próprio Sergio Moro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO