Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ninguém quer derrubar Bolsonaro

Ninguém quer derrubar Bolsonaro
Capa: Rodrigo Freitas/O Antagonista - Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Eu conto com a insanidade de Jair Bolsonaro para derrubá-lo. Mas o STF, o Congresso Nacional, Lula e o resto dos quadrilheiros pretendem fazer de tudo para segurar o golpista no Palácio do Planalto até o fim do mandato, apesar de seus crimes.

A reportagem da capa da Crusoé explicou o motivo:

Ironicamente, a escalada da estratégia do conflito tem favorecido justamente os alvos do presidente. Lula, por exemplo, em sua tentativa de se reposicionar depois de ser arrastado para o centro do esquema do petrolão e de passar uma longa temporada na prisão, tem se esmerado para se colocar na vitrine eleitoral de 2022 como o oposto de Bolsonaro, em termos de racionalidade — e, aproveitando-se da estridência bolsonarista na internet, já diz que vai controlar a mídia se for eleito, um sonho do PT liberticida. O próprio STF ganhou uma espécie de redoma em torno de si na opinião pública a partir do instante em que começou a receber os ataques do ex-capitão. Ante os movimentos antidemocráticos do presidente, é raro encontrar, fora da bolha bolsonarista, quem não se alinhe à defesa da corte, mesmo tendo críticas a muitos dos procedimentos de alguns de seus ministros. Até mesmo o famigerado inquérito do fim do mundo, aquele que censurou Crusoé em 2019, agora é visto como instrumento em defesa das instituições porque tem sido útil para coibir os excessos das milícias bolsonaristas. A corte que reabilitou Lula eleitoralmente e, nos últimos tempos, deu contribuições relevantes para enterrar a Operação Lava Jato, a maior operação anticorrupção da história do país, se vê respaldada por um surpreendente apoio da sociedade. É uma posição cômoda. E, nessa toada, as decisões em favor de políticos enrolados continuam a sair sem maiores reparos ou críticas. Nos últimos dias, o tucano José Serra, o ex-ministro Geddel Vieira Lima e o notório Ciro Nogueira puderam comemorar vitórias no tribunal.”

O plano dessa turma só vai dar errado se o kamikaze demente explodir (ou implodir) antes disso. Em 7 de setembro, por exemplo.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO