Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Os 12% de Bolsonaro

Os 12% de Bolsonaro
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

“O tamanho de Bolsonaro vai se reduzindo à medida que avança sua peculiar performance”, diz Rosângela Bittar.

“O afastamento do eleitorado é inversamente proporcional à empáfia que compromete sua imagem (…).

Prevê-se que, neste ritmo, Bolsonaro chegue às eleições de 2022 com seu eleitorado convergindo para um índice próximo de 12%. Um grupo cada vez menor e mais fascinado pelo seu temperamento e caráter.”

A colunista não diz quem fez a previsão de que o sociopata deve conseguir apenas 12% dos votos, mas bate com a minha aposta, publicada no ano passado, quando sua popularidade ainda resistia, de que ele tomaria uma sova em 2022, tornando-se uma espécie de Marcelo Crivella.

Só a imprensa e o mercado financeiro, que deveriam antecipar os eventos, não entenderam isso.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO