Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Só o coronavoucher elege

Só o coronavoucher elege
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Jair Bolsonaro, para comprar o eleitorado mais pobre, precisa aumentar o valor do Bolsa Esmola, mas só o coronavoucher pode cumprir essa tarefa.

“Depois dos Ministérios da Economia e da Cidadania indicarem que o benefício do novo Bolsa Família será de 300 reais, o presidente Jair Bolsonaro voltou publicamente a pedir um valor mais alto ao ministro Guedes”, diz Adriana Fernandes.

“Um jeito meio torto de o presidente justificar mais à frente o que, na verdade, ele e muitos dos seus aliados querem: a renovação do auxílio emergencial, que tem alcance muito maior do que o programa Bolsa Família e cujas despesas ficam fora do teto de gastos, sem ser empecilho para o aumento das emendas parlamentares no Orçamento de 2022”.

Paulo Guedes, o tesoureiro informal da campanha de Jair Bolsonaro, seguramente concorda com o chefe, e só está fazendo jogo de cena para ludibriar o mercado financeiro.

Mais notícias
TOPO