ACESSE

ENTREVISTA: "Algumas estatais vão continuar existindo", diz Salim Mattar

Telegram

Claudio Dantas entrevistou o secretário de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar. Na conversa, ele falou da jornada burocrática que enfrenta para conseguir avançar nas privatizações e ressalta que nem todas as estatais serão vendidas.

“Algumas vão continuar existindo, porque são consideradas de segurança nacional.” Ele cita a Petrobras, a Caixa Econômica e o Banco do Brasil, entre outras. “Temos hoje 14 empresas no pipeline para privatizações, das quais algumas serão fechadas, de um total de 46 estatais.”

“Essas estatais têm 164 subsidiárias, 257 coligadas e 231 empresas com participação. Esse é o estado empresário brasileiro.”

Mattar também foi questionado sobre como o governo vai conseguir aprovação do Congresso para privatizar estatais que hoje são aparelhadas por lideranças políticas desse mesmo Congresso, muitos de partidos ligados ao Centrão.

Vejam o que o secretário respondeu:

Leia mais: Como governos compram apoio de veículos de comunicação

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 34 comentários