Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“A autoridade máxima da República não respeita as regras do mercado de capitais”

A afirmação é de Marcelo Trindade, adovgado e ex-presidente da CVM; segundo ele, Bolsonaro deveria ser processado por antecipar decisões da Petrobras
“A autoridade máxima da República não respeita as regras do mercado de capitais”
Foto: Reprodução TV Globo

Marcelo Trindade (foto), advogado e ex-presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), afirmou que Jair Bolsonaro é o presidente da República que menos respeita aspectos institucionais e não se preocupa com as regras relativas ao mercado de capitais.

Segundo Trindade, ao antecipar decisões da Petrobras sobre os reajustes nos preços dos combustíveis, Bolsonaro prejudica os acionistas da empresa e afeta negativamente a imagem do Brasil no exterior.

“Cada vez que ele faz isso, não só perturba o mercado, mas as pessoas que têm ações da companhia. Ele ainda machuca a imagem do Brasil no exterior como um país que não se preocupa com as regras. A autoridade máxima da República não respeita as regras do mercado de capitais”, disse.

Bolsonaro deveria ser processado e responsabilizado pelos danos causados à União, controladora da Petrobras, e aos demais acionistas, disse Trindade.

“A única maneira de fazer com que esse círculo vicioso acabe é fazendo que ele seja responsabilizado. Ou por meio de um processo de impeachment, que sabemos que não vai ocorrer, ou de patrimônio. Por meio de uma ação de responsabilidade civil pelos danos causados à União e à poupança dos brasileiros”, afirmou.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....