A chave é a Previdência

Samuel Pessôa, na Folha, faz previsões para a economia em 2017 fortemente apoiadas no projeto de reforma da Previdência que o Planalto apresentou ao Congresso.

“Se o governo conseguir aprovar tudo que enviou, teremos ao final de 2017 um país muito melhor. O desequilíbrio das contas previdenciárias é de longe nosso maior problema fiscal. Se houver essa surpresa positiva, haverá nova rodada de valorização do câmbio e aceleração dos investimentos, com crescimento mais forte da economia no segundo semestre e um ótimo carregamento estatístico dessa expansão para 2018.”