A CNI demorou para perceber

O presidente da CNI, Robson Andrade, considerou um “absurdo” reintroduzir a CPMF:

“É mais um imposto para a sociedade pagar, enquanto o caminho ideal seria o governo promover uma redução de gastos públicos para deixar a economia se recuperar. Estamos totalmente na contramão do mundo. Enquanto outros países estão com juros baixos e reduzindo a carga tributária para impulsionar suas economias, aqui estamos vendo a cada dia uma nova proposta de aumento de imposto e a taxa de juros está nas alturas”.

Robson Andrade demorou para perceber isso.

Durante a campanha eleitoral, ele elogiou muito Dilma Rousseff:

“É mais uma prova do empenho com que Vossa Excelência se dedica ao diálogo com o setor privado, e a indústria brasileira em particular, em favor do benefício do país”.

Duas semanas atrás, ele rejeitou o impeachment:

“Não sou a favor. Não acho que simplesmente o impeachment resolverá”.

Agora pague, Robson Andrade. Assim como todos nós.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200