A crise é grave

O Banco Central chinês cortou mais uma vez a taxa de juros e o depósito compulsório dos bancos.

Os chineses não demoraram para perceber a gravidade da crise.

Faça o primeiro comentário