A década regressiva

Em 2020, se tudo correr bem, a renda per capita dos brasileiros será igual à de 2010.

É a estimativa feita por Armando Castelar, do Ibre/FGV.

Ele calcula uma queda do PIB de 3% em 2015 e de 2,1% em 2016, e um aumento de 1% de 2017 até o fim da década.

Outro economista citado pelo Valor, Jorge Arbache, da Universidade de Brasília, é muito mais pessimista.

Ele prevê uma queda do PIB de 3,8% em 2015, seguida por um recuo de 2,5% em 2016 e de 0,4% em 2017.

Nesse caso, não será apenas uma década perdida, e sim uma década regressiva.

Faça o primeiro comentário