A pedalada elétrica de Bolsonaro

A pedalada elétrica de Bolsonaro
Foto: Alan Santos/PR

Para reduzir as contas de luz, catapultando sua campanha presidencial, Jair Bolsonaro precisa meter a mão nos 50 bilhões de reais que, segundo o STF, foram cobrados indevidamente pelo governo em PIS e Cofins, e que devem ser devolvidos aos consumidores.

Diz a Folha de S. Paulo:

“O diretor-presidente da Aneel, André Pepitone, afirmou que esse recurso pode promover uma redução tarifária de 27,8%. A proposta, segundo ele, é que isso ocorra ao longo de cinco anos. Daria então uma queda de 5% ao ano.

Bolsonaro quer que essa redução seja mais acelerada nos primeiros anos (…). A pressa se deve à campanha pela reeleição. O presidente quer reverter os danos recentes à sua popularidade.”

Leia mais: A prisão do deputado Daniel Silveira, que ofendeu ministros do STF num vídeo, é mais um capítulo da avacalhação da democracia brasileira.
Mais notícias
TOPO