“A pior crise em toda a história”

O impeachment esfriou e o processo contra Dilma Rousseff no TSE deve se arrastar até o segundo semestre.

Enquanto isso, o Brasil implode.

A Folha de S. Paulo entrevistou representantes de quatro setores da indústria. Eles preveem uma calamidade.

José Velloso, presidente da Abimaq, projeta uma queda de 10% no faturamento do setor de máquinas.

Ele disse:

“A indústria brasileira está doente”.

O representante do setor de siderurgia, Marco Polo de Mello, foi ainda mais enfático:

“Estamos vivendo a pior crise em toda a história. Se nada for feito, teremos que fechar mais indústrias”.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200