A reforma que não vai terminar

A reforma administrativa deve ficar para o próximo governo.

Rodrigo Maia disse para a GloboNews:

“O prazo de emenda vai acabar inviabilizando a votação neste ano, mas é bom que a gente começou o debate. Esse debate começou e não vai terminar. A mesma coisa da previdenciária. Começou com presidente Michel e terminou com presidente Bolsonaro.”

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília onde ministro conspira contra ministro
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 28 comentários
TOPO