“A tendência é Bolsonaro fazer alguma flexibilização da regra do teto para atender esse objetivo eleitoral”, diz Zeina Latif

A consultora Econômica Zeina Latif afirmou que o presidente Jair Bolsonaro deve ficar no meio do caminho entre o compromisso fiscal e o rompimento completo do teto de gastos.

Em entrevista ao Papo Antagonista, a economista ressaltou o interesse do presidente na disputa eleitoral de 2022.

“Ele não rasga completamente os manuais, até porque ele não conseguiria, mas a tendência é ele fazer alguma flexibilização da regra do teto para atender esse objetivo eleitoral”.

Zeina lamentou que a discussão sobre o rompimento do teto para custear o Renda Brasil se dê mesmo diante de outras possibilidades.

A economista considera um enfraquecimento do regime fiscal brasileiro.

Leia mais: Como a escolha do novo ministro do STF pode mudar -- para pior -- as coisas em Brasília
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO