Acelera, Temer

Diante da redução da estimativa de crescimento em 2017 (1,6% para 1%), uma ala palaciana quer que o governo acelere medidas que possam ter algum impacto sobre a economia — ainda que no plano das expectativas.

Entre elas, estão o envio ao Congresso da reforma previdenciária e a edição da MP com novas regras para concessões — ambas empacadas, informa a Folha.

A avaliação dessa ala é que o governo trabalha num “ritmo de quatro anos e precisa urgentemente entrar numa velocidade de quem só tem dois anos de mandato”.