Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Acharam que aquilo faria uma imunidade de rebanho, rápido"

“Acharam que aquilo faria uma imunidade de rebanho, rápido”
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Luiz Henrique Mandetta, em entrevista para o Infomoney, disse que Jair Bolsonaro e Paulo Guedes erraram todos os cálculos a respeito da epidemia de Covid:

Acharam que a doença ia durar dois ou três meses. Acharam que aquilo faria uma imunidade de rebanho, rápido. E, tendo a imunidade de rebanho, a doença ia embora. Calculou-se um valor para o auxílio, imaginando que iriam dar por três ou quatro meses. Quando chegou em dezembro, suspendeu. Nós ficamos quatro meses com desemprego lá em cima e as pessoas passando fome por cálculo errado da Economia.”

Ele disse também que o coronavoucher deveria ter sido usado para combater o vírus, e não para substituir a renda:

“Quando você faz o auxílio, você o faz por um motivo: ‘Isso aqui eu vou lhe dar para que você ajude o país a não ter contaminação, a ter que ficar em casa, a fazer sua parte nessa história. Não é um dinheiro que estou lhe dando porque a saúde não está deixando você trabalhar, esse dinheiro é para você fazer as coisas básicas da sua casa, já que vai ter dificuldade’. Quando você faz da maneira como foi feita, você faz o gasto que fez na economia e não colhe o resultado de prevenção. O país tomou decisões de fechamento, por parte de prefeitos e governadores, mas sempre a reboque do vírus.”

Os erros, de acordo com ele, custam caro:

“O Brasil perdeu o timing. Queimamos um semestre. Enquanto o mundo agora se prepara para abrir, nós ainda vamos pagar um preço por um tempo de imaturidade que tivemos no processo de escolha.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO