"Acho que Bolsonaro não se elege"

“Acho que Bolsonaro não se elege”
Reprodução

Jair Bolsonaro, para ter alguma chance de se reeleger em 2022, precisa de um mini-boom de commodities.

É a opinião do estudioso Cesar Zucco, em entrevista para o Valor:

“O cenário do rame-rame é muito ruim para o Bolsonaro. Tem um passivo enorme que carregamos de 2020, vai exigir governo e já vimos, pelo que foi dado, que ele não sabe governar. Só falar não vai funcionar para 2021. E vai ter tensão maior entre mercado e governo, e política. O mercado vai exigir a conta do ano passado, e o governo está acostumado a não pagar. O problema é difícil, ainda mais se somar as inabilidades políticas. Caminhamos então para um cenário ruim para o Bolsonaro, em que ele vai chegar cambaleante ao final, se chegar. Acho que não se elege.

Se a economia andar de lado, ele vai chegar, daqui a dois anos, com popularidade entre 25% e 30%, no máximo. Pode até ir para o segundo turno, mas não vai ganhar eleição. Já o cenário de mini boom de commodities pode vir a encobrir a incapacidade gerencial e geral do governo Bolsonaro.”

Leia mais: Nenhum assunto é tabu para a Crusoé: além de fiscalizar TODOS os poderes, a revista tenta responder a questões que permeiam a sociedade brasileira
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO