Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ameaça de furar teto de gastos faz juros futuros dispararem

Taxas refletem preço que mercado cobra para investir no Brasil e risco avaliado por investidor; reação negativa fez governo adiar anúncio do Auxílio Brasil
Ameaça de furar teto de gastos faz juros futuros dispararem
Foto: Rovena rosa/Agência brasil

Além de derrubar a Bolsa e fazer o dólar subir nesta terça (19), a ameaça de furar o teto de gastos para bancar o Auxílio Brasil de Jair Bolsonaro fez os juros futuros dispararem.

A alta foi de mais de 4%, registra a Veja. Às 17h55, perto do fechamento, o DI com vencimento para 2025 estava em 10,75%, o maior patamar em três anos —ou seja, desde outubro de 2018, às vésperas da eleição polarizada entre Bolsonaro e o petista Fernando Haddad.

Os juros DI refletem o preço que o mercado cobra para investir no Brasil e o risco avaliado pelos investidores. A alta dos juros longos pode pressionar ainda mais por aumentos da Selic, dificultando o crescimento num momento em que o juro básico já sobe para conter a inflação.

Como publicamos, o governo havia marcado para hoje o anúncio do novo Auxílio Brasil, mas o evento foi cancelado após a notícia ser mal recebida pelos mercados e por parlamentares.

 

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO